Geral

Secretários de Agricultura pressionam por liberação de recursos e projetos

02

Oneris Lopes para Agência São Joaquim Online

Um grupo de secretário de Agricultura da região da Amures liderados pelo presidente do Fórum de Secretários Municipais de Agricultura da Serra Catarinense, Moisés Savian está em Brasília desde quarta-feira tentando liberar projetos antes do encerramento de prazos pelo calendário eleitoral. Eles tratam especialmente das demandas levantadas pelo fórum na última reunião de secretários de agricultura.

A maratona de audiências iniciou em Florianópolis na terça­feira com o adjunto da Secretaria de Estado Agricultura e Pesca, Airton Spies. Além de questões como aumento da cota para o programa de distribuição do calcário, os municípios querem fortalecer a relação com a EPAGRI, especialmente com os escritórios municipais, para o desenvolvimento da Política Municipal de Desenvolvimento Rural. “Buscamos também apoio na implementação do Cadastro Ambiental Rural”, frisou Moisés Savian.

O Secretário de Agricultura de São Joaquim, Cau Bolzani e de Cerro Negro, Ivanor Mota integram o grupo, junto com o diretor de Projetos da Secretaria de Agricultura de Lages, Jean Pierre. Na quarta-feira, a primeira reunião em Brasília, foi com o Secretário Nacional da Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Valter Bianchini.

Os secretários buscam inserir os municípios da Serra Catarinense em uma chamada pública de assistência técnica e extensão rural. Reivindicam também adequação de linhas de crédito da agricultura familiar para atender as especificidades da fruticultura. “É uma classe de produtores familiares que precisam dessa atenção diferenciada do governo federal, pois o fruticultor produz no fio da navalha, porque no mesmo tempo que a safra se mostra boa, pode perder tudo por uma intempérie”, justiçou Cau Balzani.

Os pleitos dos secretários de agricultura foram levados também para Marco Pavarino, assessor do ministro do Desenvolvimento Agrário. A reivindicação é de apoio aos projetos de piscicultura aprovados pelo Conselho de Desenvolvimento Territorial.

Corrida contra o tempo

A pressa dos representantes da agricultura na Serra Catarinense é porque no final de abril encerram os prazos para liberações de recursos devido ao período eleitoral. Os secretários de Agricultura ainda estiveram na quarta­feira nos gabinetes dos deputados Pedro Uczai e Celso Maldaner para solicitar emendas parlamentares e apoio nos pleitos juntos aos ministérios.

Na manhã desta quinta­feira, a maratona continua com reunião no Departamento de Desenvolvimento Rural do Ministério do Meio Ambiente e na Coordenação do Programa Agricultura de Baixo Carbono, do Ministério da Agricultura. À tarde os secretários de agricultura tratam do Cadastro Ambiental Rural, com o Secretário de Extrativismo e Desenvolvimento Rural Sustentável, Paulo Guilherme.

Eles ainda terão encontro com Nilo Diniz, diretor do Departamento de Educação Ambiental e com Luiz Sabanay, chefe de Assessoria do Ministério da Pesca e Agricultura. Antes do embarque de volta para Serra Catarinense, nesta sexta-feira pela manhã, os secretários de agricultura terão reunião sobre Políticas Agroambientais, no Instituto de Pesquisa em Economia Aplicada (Ipea).

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close