Variedades

Atividade física regular reduz o risco de câncer de mama, independentemente da idade e peso

atividade

Natasha Romanzoti para Agência São Joaquim Online

De acordo com pesquisa do Instituto Internacional para Pesquisa de Prevenção, em Lyon, França, praticar esporte por mais de uma hora por dia reduz o risco de contrair câncer de mama em mulheres de qualquer idade e peso em 12%, comparado com mulheres menos ativas.

O câncer de mama é o mais incidente na população feminina mundial e brasileira, depois do câncer de pele não melanoma. No Brasil, as taxas de mortalidade da doença são muito elevadas, provavelmente porque ela ainda é diagnosticada em estádios avançados. 13.225 mulheres morreram por conta do câncer de mama em 2011 no país, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA).

A pesquisa analisou os dados de 37 estudos publicados entre 1987 e 2013, o que representa mais de quatro milhões de mulheres. “Estes são todos os estudos que analisam a relação entre o exercício físico e o risco de câncer de mama que foram publicados até à data, por isso estamos confiantes de que os resultados de nossa análise são robustos”, disse Mathieu Boniol, um dos autores da pesquisa.

Embora os resultados tenham variado de acordo com o tipo de tumor, a mensagem geral é encorajadora. O único caso em que o exercício não pareceu ajudar foi em mulheres que passaram por terapia de reposição hormonal (mas seu uso está diminuindo em vários países, o que significa que os efeitos benéficos da atividade física provavelmente vão crescer nos próximos anos).

A atividade física é conhecida por desempenhar um papel protetor em outros tipos de câncer, bem como em doenças cardiovasculares. Embora os mecanismos para o seu efeito não sejam claros, os resultados das pesquisa são em grande parte independentes do índice de massa corporal (IMC), de modo que o benefício deve ser devido a um maior controle do peso.

A idade em que a pessoa começou a realizar atividade desportiva não parece ser importante, também – os pesquisadores não encontraram nenhuma indicação de que o risco de câncer de mama diminui apenas quando a atividade física começou em uma idade jovem.

“A adição do câncer de mama, incluindo seus tipos agressivos, à lista de doenças que podem ser prevenidas pela atividade física deve incentivar a promoção do esporte nas cidades de todo o mundo, que podem investir em ciclovias e faixas de corrida, bem como na criação de novas instalações desportivas”, indica Boniol. “Esta é uma simples estratégia de baixo custo para reduzir o risco de uma doença que atualmente atinge muita gente”, conclui. [MedicalXpressINCA]

 

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close