Política

Juro Zero disponibilizou mais de R$ 62 milhões para Microempreendedores Individuais

Juro_Zero-67

Michelle Nunes de Oliveira para Agência São Joaquim Online

O 2º Seminário de Avaliação do Juro Zero, programa da Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS) para Microempreendedores Individuais (MEIs), foi realizado nesta quinta-feira, 3. “O governo do Estado está dando a mão para estes empreendedores tocarem seu trabalho. Nós ousamos, com um modelo de programa único no país”, destacou o secretário da SDS, Paulo Bornhausen, reafirmando o compromisso da nova economia catarinense, focada na base da pirâmide econômica.

De acordo com os últimos dados, o Juro Zero concedeu desde novembro de 2011 R$ 62.584.934,47 para 22.165 MEIs atendidos. Para a presidente da Associação das Organizações de Microcrédito de Santa Catarina (Amcred/SC), Isabel Baggio, o grande desafio é continuar as operações para atingir todos os MEIs catarinenses cadastrados. “Santa Catarina é o melhor exemplo de organização em microfinanças do país”, ressaltou.

O diretor vice-presidente e de Operações da Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina (Badesc), Luiz Antônio Ramos, reforçou o compromisso da entidade responsável pela engenharia financeira. “O Juro Zero é um modelo ímpar, que queremos ampliar e inovar. Ainda temos cerca de 30 municípios sem nenhuma concessão e este é um obstáculo que temos que ultrapassar”, garantiu.

Juro Zero – Com parceria do Serviço de Apoio as Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina (Sebrae/SC), a Amcred/SC e o Badesc, o Juro Zero Juro Zero abre concede empréstimos de até R$ 3 mil para MEIs formalizados, com receita anual de até R$ 60 mil. O valor pode ser parcelado em até oito vezes. Caso os sete primeiros pagamentos sejam feitos em dia, a última parcela será isenta, o que equivale aos juros da operação. Cada MEI pode participar duas vezes do programa.

Incentivo ao Microempreendedor Individual – Cinco MEIs participantes do Juro Zero foram selecionados pelas Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscips), que disponibilizam os empréstimos do programa, para serem homenageados.

O Banco do Empreendedor elegeu o empresário Olivio Pio Alves. Morador de Palhoça, ele trabalha com consertos de bicicletas. “Peguei dois empréstimos no Juro Zero. É um excelente programa, pois acredita nas pessoas”, afirmou. Olivio diz que é um incentivador do programa, recomendando-o para amigos e familiares, que o acompanharam no evento.

O secretário da SDS, Paulo Bornhausen, enalteceu a meritocracia, que tem garantindo a durabilidade do Juro Zero. “Santa Catarina tem que ser planejada a partir da pequena empresa. Este é um projeto que pertence aos catarinenses”, conclui Bornhausen.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close