Geral

Emoção marca a entrega de micro-ônibus adaptado para a APAE de São Joaquim

Por Nina Velho

entrega_onibus_APAE_sj (2)

Os 79 alunos atendidos pela APAE – Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de São Joaquim, na Serra Catarinense, contarão com serviço de transporte em um moderno micro-ônibus adaptado. O veículo, no valor total de R$ 233 mil, sendo R$ 149 mil repassados pelo Governo do Estado, foi entregue nesta quarta-feira, 16, durante solenidade em frente à Secretaria de Desenvolvimento Regional – SDR São Joaquim.

entrega_onibus_APAE_sj (23)O transporte da Apae, que até então era realizado em duas kombis, demandava diariamente pelo menos oito viagens para buscar e levar de volta os alunos em suas casas. Com o novo veículo, as viagens serão reduzidas pela metade, além de oferecer maior conforto aos alunos, devido às suas adaptações especiais. “Boa parte dos nossos educandos possuem alguma dificuldade motora e usam cadeiras de rodas para se locomover. Este ônibus vai garantir um deslocamento acessível e seguro, propiciando mais autonomia, autoestima e bem-estar”, afirmou Luciane.

Para a secretária Regional, Solange Scortegagna Pagani, o micro-ônibus também será um instrumento de inclusão social. “A acessibilidade ocupa papel importante na promoção da igualdade social e é um direito de todos os cidadãos. O Governo do Estado não mede esforço no sentido de materializar este direito”, destacou a secretária Regional, Solange Pagani.

entrega_onibus_APAE_sj (25)A presidente da instituição, Marilda dos Santos Rodrigues, agradeceu em sua fala à todos os envolvidos no projeto para aquisição do novo veículo. Uma homenagem especial foi realizada em memória ao vereador Nazaredo Domiciano da Rosa, um dos apoiadores da ação. “Esta conquista contou com apoio e solidariedade de muitas pessoas. A família Apaeana agradece a todos os envolvidos”, destacou.

Com o intuito de incluir socialmente a pessoa com deficiência intelectual ou múltipla, e promover o seu desenvolvimento integral, a APAE de São Joaquim atua na prevenção, educação, defesa dos diretos, acessibilidade, promoção da saúde e qualificação para o trabalho de seus educandos.  Neste sentido, oferece programas de estimulação precoce para crianças de zero a 3 anos; reabilitação (SAESP) para alunos inclusos no ensino regular; oficina pedagógica terapêutica; serviço pedagógico específico (4 a 14 anos) e ocupacionais (17 a 80 anos), além de acompanhamento médico e psicológico.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close