Polícia

Polícia Civil está apurando o caso do assassinato Sálvio Nunes Silva – um dos fundadores da Nevatur

 Sálvio Nunes

Da Redação São Joaquim Online

Sálvio Nunes foi morto a tiros na sala da TV

A Polícia Civil de São Joaquim está investigando o caso da morte do fruticultor e pecuarista Sálvio Nunes Silva que foi assassinado em sua residência na Rua Agripa de Castro Farias (em frente ao Tasca Materiais de Construção) na noite desta última quinta-feira (24).

Segundo informações, Sálvio estava em um sofá na sala de TV quando uma pessoa invadiu sua residência pela porta dos fundos, teve acesso a uma escada entrou na sala e desferiu de 03 a 04 tiros à queima roupas na vítima. Os tiros atingiram o peito, pescoço, fonte (lateral da cabeça) e também a mão direita.

A polícia Civil desconfia que Sálvio tenha levado a mão para se defender dos tiros e que um dos tiros tenham atravessado a mão e se alojado no peito. Porém aguardam o laudo do IML de Lages que deverá sair ainda na manhã desta sexta-feira (25).

A sua mulher Odalgê Zandonadi também estava na casa no momento do assassinato de seu marido. Ela contou que estava no andar de cima quando ouviu os disparos e saiu correndo sem ter visto ninguém.

Vizinhos disseram ter visto uma pessoa com o cabelo amarrado (rabo de cavalo) e jaqueta escura correndo pelos fundos da casa.

O corpo da vítima ainda está no Instituto Médico Legal em Lages e deverá ser liberado ainda na manhã desta sexta-feira para ser transladado para São Joaquim para o velório.

Residência de Sálvio Nunes

Sálvio Nunes foi um dos fundadores da empresa Nevatur e atuava no ramo de fruticultura e pecuária em Santa Catarina e Matos Grosso.

Como não houve, aparentemente, nenhum objeto furtado a Polícia trabalha com a hipótese de execução.

Ainda não se sabe o motivo que levou a execução de Sávio Nunes e também não há suspeitos para o caso que permanece um grande mistério. A Polícia Civil e o IGP (Instituto Geral de Perícias) estão trabalhando incessantemente desde a madrugada em busca de pistas.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close