Especial

Conferência Macrorregional de Saúde do Trabalhador acontece dias 28 e 29 em Lages

Conferencia

Artur Hugen para Agência São Joaquim Online

Evento será realizado no Centro de Ciências Jurídicas da Uniplac. Inscrições podem ser feitas por e-mail

Com o tema “Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora, direito de todos e todas e dever do Estado” acontecerá, nos dias 28 e 29 deste mês, a 1ª Conferência Macrorregional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora da Serra Catarinense, no Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) da Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac). O evento, promovido pela Secretaria e Conselho Municipal de Saúde, Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) e Conselho Intersetorial de Saúde do Trabalhador (Cist) terá como eixo principal a implementação da Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora.

Os subeixos serão desenvolvimento socioeconômico e seus reflexos na saúde dos trabalhadores; fortalecimento da participação dos trabalhadores, da comunidade e do controle social nas ações de saúde; efetivação da Política Nacional de Saúde do Trabalhador, considerando os princípios da integralidade e intersetorialidade nas três esferas de governo, e financiamento da Política Nacional de Saúde do Trabalhador nos municípios, Estados e União.

O evento tem apoio da Prefeitura de Lages, Ministério Público do Trabalho, Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador (Renast), Sistema Único de Saúde (SUS), Uniplac e governo federal. O flyer do evento pode ser consultado no site www.saudelages.sc.gov.br e as inscrições podem ser efetuadas pelo e-mail conferencia@saudelages.sc.gov.br.

Etapas

A Conferência acontece em três etapas: macrorregionais, estaduais e nacional. As primeiras já estão em andamento e seguem até 30 de maio, e as estaduais, até 30 de junho, subsidiando as discussões e deliberações para a nacional, de 10 a 13 de novembro, em Brasília (DF). A 4ª Conferência Nacional tem como objetivo propor diretrizes para a implementação da Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora.

De acordo com o Ministério da Saúde, toda a sociedade brasileira pode participar das discussões, sendo que, para compor o processo de eleição de delegados para as etapas estaduais e nacional, é necessário que o cidadão representante algum segmento da sociedade, para que o processo da Conferência tenha a maior representatividade possível.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close