Notícias

IGP de São Joaquim oferece 03 vagas para auxiliar criminalístico

 

concurso publico

Por Nina Velho

O edital para o Concurso Público nº 001/2014, lançado pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) em 30 de junho, prevê o preenchimento de três vagas para auxiliar criminalístico em São Joaquim, no Núcleo Regional do IGP (Instituto Geral de Perícias).
Os requisitos para o cargo são nível médio completo de escolaridade e carteira nacional de habilitação, categoria mínima B. As inscrições encerram-se no dia 08 de agosto e as provas serão realizadas no dia 14 de setembro deste ano. Estão sendo ofertadas, em todo o Estado, um total 150 vagas.

 

Com remuneração de até R$ 4.042,00 o auxiliar criminalístico, além de realizar serviços operacionais e administrativos, terá a função de auxiliar na execução de exames periciais e na identificação civil e criminal, nos termos das normas constitucionais e legais em vigor.

 

Após a aprovação pelo concurso público, o profissional passará por capacitação antes de assumir o cargo. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais que poderão ser distribuídas em regime de expediente e escala de plantão, inclusive com expediente noturno, em feriados e finais de semana, conforme conveniência da unidade.

 

O concurso será constituído de cinco fases: Prova Objetiva de Conhecimentos, Exame de Avaliação de Títulos, Exame de Avaliação da Aptidão Psicológica Vocacionada; Exame Toxicológico e Investigação Social. A prova objetiva será no dia 14 de setembro, podendo o candidato optar pelas cidades de Blumenau, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Itajaí, Joaçaba, Joinville ou Lages.

 

O processo de inscrição para o Concurso Público – Edital 001/2014 é através do site www.igpsc.ieses.org, onde é possível imprimir a taxa e ler o edital na íntegra. O valor da inscrição é de R$ 60,00.

Related Articles

1 thought on “IGP de São Joaquim oferece 03 vagas para auxiliar criminalístico”

  1. E até hoje, a cidade não recebeu seus 3 auxiliares do IGP, e o prefeito não faz questão de cobrar dos competentes a celeridade necessária ao processo, pois de qualquer forma quem perde é São Joaquim, seja com a injeção de em torno 15 mil reais mensais em sua economia, ou no bom atendimento que estaria sendo prestado a população.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close