Crítica

Médica é acusada diversas vezes de prestar mau atendimento em São Joaquim

Imagem Dionata Costa
Imagem Dionata Costa

Da Redação São Joaquim Online

Joaquinenses e vereadores se revoltam contra atendimento da médica

Semanas atrás a jovem Priscila Pinheiro precisou levar seu filho de apenas seis anos no plantão depois que uma forte febre afetou a criança, a jovem tentou todos os métodos para que a febre baixasse. Já que os métodos com remédios tradicionais falharam e com medo de que o menino convulsionasse ela então procurou o plantão do hospital. Chegando lá com o garotinho nos braços e ardendo em febre, por volta das 4h da manhã, solicitou atendimento médico, na enfermaria foi ligado para a médica Dra. Salete que fazia a escala de plantão no dia, mas a mesma (por telefone dentro do Hospital) mandou que dessem dipirona para a criança.

-“Eu já havia dado dipirona em casa, dei banho e fiz de tudo para que a febre baixasse, só procurei ajuda quando foi realmente necessário, pois a febre continuava aumentando. Eu esperava ao menos que ela examinasse meu filho, mas nem isso. Sai de lá sem nem ao menos conhecer a tal médica… Ainda no mesmo tempo uma outra mãe ligou para o hospital e disseram que não adiantava levar as crianças, pois a médica só estava receitando dipirona. É um absurdo isso, eu nunca vi na minha vida um atendimento tão péssimo quanto ao prestado pela Dra. Salete” Reclamou a mãe Priscila Pinheiro.

Outra jovem mãe Amanda Fontanella procurou desabafar em sua rede social o mau atendimento prestado pela profissional e disse que inclusive jogou a receita fora depois que a médica relatou não saber o diagnóstico da criança de apenas 10 meses.

Amanda reclamou nas redes sociais o atendimento prestado pela doutora
Amanda reclamou nas redes sociais o atendimento prestado pela doutora

A Dr. Salete Márcia que é titulada, mestrada e geneticista foi Procurada pelo São Joaquim Online, ela relatou estar sobrecarregada e que os problemas estão sendo gerados por estar em um PA (Pronto Atendimento) e que o problema poderia ser resolvido se os médicos cumprissem seus horários no Postos de Saúde:

-“Estatisticamente quem mais trabalha é quem mais tem mais problema, quanto às injustiças (que fazem comigo) eu sinto muito a proteção de Deus, se eu tiver que aguentar alguma coisa errada ou injusta eu não vou me importar… Eu trabalho em Pronto Atendimento é um negócio corrido, eu ‘não posso ficar alisando os pacientes’, isso era coisa que eu fazia no PSF. É impossível fazer o mesmo tipo de atendimento. Quanto as acusações da Câmara, paciência! O que eu posso fazer por estes senhores. Acontece que os médicos não cumprem os horários. Eu pergunto: Será que os médicos do programa da Dilma estão cumprindo o horário corretamente? Porque tudo sobra aqui no Pronto Atendimento. Se todos fizessem seus horários da forma legalzinha que tinha que ser, eu garanto que sobrava mais tempo para melhorar o atendimento aqui no Pronto Atendimento. Eu sou sozinha, sou uma mulher, por isso eles acham que podem espinafrar.! A única coisa que eu posso fazer é que as pessoas entendam que aqui é um Pronto Atendimento e pedir para que os médicos cumpram seus horários para não sobrar tudo aqui… Isto são coisas que a Secretaria de Saúde devia estar vendo. Mas se quiserem me pegar para cristo que peguem, se querem me mandar embora que mandem, quero ver se alguém vem trabalhar no meu lugar nos feriados como Natal, Páscoa, Corpus Christi… Eu sou a que mais trabalha, mas o que mais eu posso fazer se não gostam do meu atendimento?” Finalizou a Médica.

Diversas reclamações se acumularam contra a doutora, tanto que o caso foi parar na Câmara de Vereadores onde os próprios vereadores repudiaram o atendimento prestado pela médica.

-“Ela atende muito mal, não deveria estar atendendo desta forma” Disse o Vereador Túlio Mattos.

Porém o vereador Jefferson Biolo (Guinho) foi mais incisivo em sua declaração na Câmara de Vereadores:

A Drª S.M.B. ‘a senhora está atendendo em um Hospital, não em uma Clínica Veterinária’, respeite o meu povo joaquinense por que é ele que paga o teu salário. As reclamações a seu respeito são inúmeras, e eu estive algumas vezes no plantão e percebo a forma como tem tratado a comunidade. Lembre-se que as pessoas não procuram o Hospital por que querem, mas sim pela necessidade.

Todos os profissionais formados fazem o seu juramento, e a Srª fez o seu:

Eu, solenemente, juro consagrar minha vida a serviço da Humanidade. Darei como reconhecimento a meus mestres, meu respeito e minha gratidão. Praticarei a minha profissão com consciência e dignidade. A saúde dos meus pacientes será a minha primeira preocupação. Respeitarei os segredos a mim confiados. Manterei, a todo custo, no máximo possível, a honra e a tradição da profissão médica. Meus colegas serão meus irmãos. Não permitirei que concepções religiosas, nacionais, raciais, partidárias ou sociais intervenham entre meu dever e meus pacientes. Manterei o mais alto respeito pela vida humana, desde sua concepção. Mesmo sob ameaça, não usarei meu conhecimento médico em princípios contrários às leis da natureza. Faço estas promessas, solene e livremente, pela minha própria honra.

E se ainda assim a Srª pensar que é uma ótima “Médica”, abra uma Clínica e vamos ver quantos pacientes terá”. Declarou o Vereador Guinho Biolo

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close