Política

Concessionária prevê investimentos de R$ 100 milhões em infraestrutura em Santa Catarina

Audiência Brasília

Por Oneris Lopes

Superintendente de Exploração da Infraestrutura Rodoviária da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Viviane Esse se comprometeu com os integrantes do Grupo Paritário de Trabalho vinculado a Associação dos Municípios da Região do Contestado (AMURC), Associação dos Municípios do Planalto Norte (AMPLANORTE) e Associação dos Municípios da Região Serrana (AMURES), fazer estudo e análise das reivindicações apresentadas em audiência, nesta terça-feira (05) em Brasília.

 
Os municípios reivindicam obras de infraestrutura complementares e segundo levantamento da própria concessionária responsável pela BR-116, serão necessários ao menos R$ 100 milhões para atender as novas demandas dos prefeitos. Como essas demandas de investimentos não estão previstas no contrato de concessão dependem de aprovação pela ANTT.

 
Deputados membros do Fórum Parlamentar Catarinense acompanharam a audiência e reforçaram os pedidos dos prefeitos Vânio Forster (Amures), Sisi Blind (Amurc) e Aldomir Roskamp (Amplanorte). Os prefeitos pleiteiam também, a duplicação da BR 116, que pode ser incluída no PAC III. Representantes da concessionária acompanharam a audiência que para os prefeitos, foi importante para que sejam incluídos investimentos estruturais inicialmente não previstos no contrato de concessão.

 
O pedido da concessionária de atualização de custo também será analisado pela ANTT, assim como a solicitação dos prefeitos para uso do fresado (resíduo asfáltico), que foi proibido repasse pela ANTT, o uso pelos municípios.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close