Bombeiros

Incêndio destrói depósito de fábrica de molduras em Braço do Norte

Incêndio Braço do Norte(03)

Por Sul In Foco

Fumaça pode ser vista de cidades vizinhas.

Incêndio Braço do NorteUm incêndio de grandes proporções atingiu um galpão de uma empresa do ramo de molduras, na cidade de Braço do Norte por volta das 10h15min desta quarta-feira (6). O galpão de aproximadamente 180 metros quadrados fica às margens da rodovia SC-108, próximo ao trevo de entrada da cidade. O galpão servia de depósito para a matéria-prima e também era utilizado como garagem para os caminhões da fábrica.

 

Desde os primeiros minutos que as chamas começaram era possível observar no céu uma fumaça densa e escura em um raio de mais de cinco quilômetros. A rodovia precisou ser bloqueada por aproximadamente 30 minutos. Policiais militares de São Ludgero e de Braço do Norte e a Polícia Militar Rodoviária do Guatá auxiliam no isolamento da área de segurança e no tráfego de veículos, liberado apenas em meia pista.

 

O combate às chamas é realizado pelo Corpo de Bombeiros das cidades de: Braço do Norte, Armazém, Tubarão e Orleans.

 

Incêndio Braço do Norte(01)De acordo com Jaison Heidemann, gestor de relações humanas da empresa, o fogo foi visto pelo vigilante da fábrica. “Até agora o que sabemos é que ele gritou por socorro. Infelizmente essa matéria-prima é inflamável e o fogo se propagou muito rápido”, relata, mencionando que funcionários estariam trabalhando no local, porém todos saíram a tempo do galpão.

 

Não se sabe ainda o que ocasionou o incêndio já que o depósito não possui eletricidade. Suspeita-se que além dos materiais, um caminhão da empresa pode estar entre as chamas. “Ficavam caminhões ali também. Um deles devia estar estacionado e não pode ser retirado”, analisou Jaison.

 

Ainda no combate ao incêndio, os bombeiros revezam-se em locais diferentes do galpão, a fim de evitar que outro pontos da empresa sejam atingidos. Uma família que mora próximo do local, precisou sair de casa e aguardar que a situação seja controlada pela equipe de incêndio. Além disso, a fumaça e o calor podem ser prejudiciais à saúde.

Fumaça é tóxica

 

De acordo com o bombeiro de Braço Norte, Reginaldo de Oliveira, as chamas continuam por causa do material inflamável do tipo poliuretano. “São aproximadamente 50 mil quilos do material. Orientamos que as pessoas não passem pelo local, pois a fumaça é tóxica. Quem não precisa passar pela região a orientação é ficar em casa, tendo em vista que há um grande fluxo de viaturas pelo local”, afirma.

 

A Polícia Militar de Braço do Norte também está no local do incêndio. Ninguém ficou ferido. Alguns curiosos acompanham o combate ao fogo, no entanto, alguns moradores saíram de suas casas por causa do forte cheiro provocado pela queima do material tóxico.

Imagens: Ariel Rodrigues/Sul in Foco

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close