Eleições 2014

Vignatti constata que “SDRs não funcionam de fato”

vignatti_

O candidato ao Governo do Estado, Cláudio Vignatti (PT), constatou por meio de documentos que as Secretarias de Desenvolvimento Regionais (SDRs) realmente não cumprem o papel para o qual foram criadas ainda no governo de Luiz Henrique da Silveira e ampliadas na gestão de Raimundo Colombo. Após a verificação de documentos que mostram que as SDrs não têm recursos para a construção de uma capela mortuária e para pavimentação de ruas, Vignatti, mais uma vez, garante que as SDRs não funcionam de fato, mesmo consumindo cerca de R$ 550 milhões/ano para o funcionamento.

O Plano de Governo do petista propõe o fechamento das 36 SDRs Estaduais e a descentralização do orçamento para obras e ações. Além disso, sua gestão será de “Governo Itinerante” em que seu gabinete e representações visitarão uma região semanalmente até o final do mandato para atender as demandas dos municípios, “sem intermediários, rapidez e com eficiência”.

Com a criação do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), o petista irá analisar, debater e propor ações com mais eficiência, menos burocracia e investimento via PPA ou Orçamento Participativo. Mas, acima de tudo, com realizações sem prejuízo às diferenças culturais e regionais.
“Seremos um governo itinerante e atuante, que irá diminuir as distâncias entre o governo, os prefeitos e a comunidade, sem atravessadores. E, mais do que tudo, que resolva os problemas da população”, ressalta Vignatti.

 

Assessoria de Imprensa para o São Joaquim Online

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close