Clima

Governador visita locais atingidos por granizo e autoriza liberação de recursos para Lages

unnamed

Por Fabio Ramos

Na manhã desta terça-feira, 14, o governador Raimundo Colombo e o prefeito Elizeu Mattos se reuniram com toda equipe que está coordenando o trabalho de reabilitação de Lages. O município foi atingido por uma chuva de granizo que afetou escolas, hospitais, residências, veículos e árvores. Com a trégua da chuva, as equipes se mobilizaram para agilizar o auxílio às famílias e instituições afetadas.

 

O prejuízo total causado pelo temporal ainda não pode ser dimensionado com precisão, mas o governador já autorizou a disponibilização do montante para que a rotina da cidade volte ao normal. “O Fundo Estadual da Defesa Civil viabilizará os recursos para reconstrução do que foi afetado. Milhares de pessoas estão trabalhando em várias frentes para que o processo se desenrole com rapidez”, diz Raimundo Colombo. Após a reunião, Colombo e a equipe percorreram bairros da cidade para verificar o impacto causado pelo fenômeno meteorológico.

 

Eles visitaram o Centro de Educação Profissional (Cedup) Renato Ramos da Silva, uma das escolas mais atingidas, cuja cobertura sofreu danos. Mais de 300 rolos de lona já foram utilizados para cobrir imóveis da cidade que tiveram o telhado afetado. “A Defesa Civil está envolvida desde ontem. Nós temos um sistema de pronta-resposta para atuar de imediato e a comunidade terá todo o apoio do setor público”, afirma Colombo.

 

Segundo o secretário de Estado da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli, o radar meteorológico de Lontras, no Alto Vale do Itajaí, registrou a presença de mau tempo no Estado. “Ele vinha dando alertas desde a tarde de ontem, de forma que pudemos avisar as Defesas Civis municipais. Inicialmente, o alerta se projeta como uma chuva de grande intensidade, e a formação do granizo se dá em poucos minutos. O granizo e o vendaval são os mais difíceis de gerenciar risco, pois acontece em poucos minutos e provoca estragos rapidamente, diz Moratelli.

 

O Estado adquiriu 20 mil telhas, que estão sendo trazidas de outros municípios (os estoques das lojas de materiais de construção do município esgotaram-se em poucas horas). O lote será doado para as famílias afetadas. Segundo Moratelli, as equipes mobilizadas passarão de casa em casa para verificar os danos sofridos por cada uma delas e disponibilizarão o número necessário de telhas. Esse trabalho começará na tarde desta terça.Num primeiro momento, a prioridade é ajudar as pessoas no restabelecimento de suas casas.

 

Posteriormente, os esforços serão direcionados às estruturas públicas. As escolas das redes estadual e municipal permanecerão fechadas pelo menos até quarta-feira, 15.Colombo chegou a Lages ainda na segunda, por volta das 23h, e foi direto para a prefeitura para traçar estratégias para contornar os problemas. Ainda não há uma dimensão exata dos prejuízos causados, mas já se sabe que cerca de 100 mil pessoas foram atingidas.

 

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close