Variedades

São Joaquim conta com novo modelo de Carteira de Identidade com captura biométrica

IGP enviar1

 

Por Nina Velho

Sujar os dedos com tinta e tirar a famosa foto 3×4 já é coisa do passado para quem deseja confeccionar a Carteira de Identidade em São Joaquim.

Desde o dia 10 de outubro, o Instituto Geral de Perícias (IGP) utiliza o sistema biométrico para coletar as digitais e fazer a foto dos cidadãos. Por conta desse novo sistema, não é mais necessário levar as fotos 3×4 reveladas. “As imagens são capturadas digitalmente e impressa diretamente no documento”, explica o Supervisor do setor de Identificação do Instituto Geral de Perícias – IGP de São Joaquim, Fernando Ramos Damasco. “Aqui na Serra nós somos os primeiros a contar com o sistema biométrico. A tendência é que aos poucos este sistema vá sendo instalado em todo o estado”, afirma o Responsável pelo 29° Núcleo Regional de Pericias, Perito Rafael Gazola.

Para a confecção do RG é necessário se dirigir ao IGP portando apenas a via original e atualizada da certidão de nascimento para aqueles que não são ou não foram casados e certidão de casamento para quem é ou já foi casado. “É importante frisar que a certidão de casamento é para os casados, viúvos, separados e desquitados. Se já foi casado em alguma fase da vida deve trazer a certidão de casamento atualizada. Aqueles que nunca foram casados devem trazer a certidão de nascimento”, esclarece Fernando. Também é possível incluir no RG os números do CPF, porém é opcional.

Segundo os responsáveis, existem alguns casos em que o método chamado offline (com foto impressa e coleta de digitais com a tinta) ainda é recomendado. “Nós recomendados o sistema biométrico para crianças a partir dos cinco anos. Menores do que essa idade é complicado capturar a imagem e as digitais no sistema biométrico, por isso ainda pedimos que no caso dos bebês os pais tragam a foto. Também acontece isso com os idosos acima de 70 anos ou os profissionais que trabalhem com situações ou produtos que deixem as digitais um pouco mais gastas, também nesses casos nós utilizamos ainda o sistema offline”, informou Fernando.

unnamedEles alertam, ainda, para uma informação incorreta que é difundida entre a população sobre a validade do RG. “O documento de identidade, na verdade, não tem um prazo de validade. Muitas pessoas falam que em 10 anos é preciso renovar, mas isso não é correto. O que determina a validade é o estado de conservação e a aparência na foto. O que acontece é que existe um acordo no Mercosul que você não precisa de passaporte para circular entre esses países, mas a identidade precisa ter sido expedida em no máximo 10 anos. Isso, sim, acontece. E essa regra tem sido adotada por alguns bancos, por exemplo, mas a legislação não prevê nenhum prazo de validade para o documento”, ressaltou Fernando.

O IGP está localizado no prédio da Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR) e o horário de atendimento é das 13h às 17h, de segunda a sexta-feira. A primeira via do documento de identidade emitida no estado é gratuita, já para a segunda via é cobrado uma taxa de R$ 27,41. Após a coleta dos dados o RG leva em média 15 dias úteis para ficar pronto.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close