Vinho

Programa para modernizar a vitivinicultura será apresentado em Santa Catarina

Vinícola Suzin

Por Viviane Zanella

Promover a competitividade do setor vitivinícola por meio da renovação de vinhedos e da estrutura física das empresas nos tradicionais polos de produção são alguns dos objetivos do Programa de Modernização da Vitivinicultura (Modervitis). A estrutura e a operacionalização do Programa serão apresentadas a produtores, representantes da indústria e demais segmentos da cadeia produtiva vitivinícola de Santa Catarina na manhã da próxima sexta-feira, dia 17, no Auditório do Instituto Federal Catarinense (IFC), em Videira (SC).

 

Proposto pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) e pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), no âmbito do Plano Brasil Maior, o Modervitis foi criado para combater a defasagem tecnológica na produção da uva, em especial para a produção de vinho de mesa e suco, assim como no processamento por parte de empresas vinícolas instaladas nos polos mais tradicionais de vitivinicultura da Região Sul do Brasil.

 

Segundo José Fernando da Silva Protas, coordenador do Modervitis e pesquisador da Embrapa Uva e Vinho, apresentar o papel de cada entidade envolvida e esclarecer como irá funcionar o Programa são etapas fundamentais para a adesão dos vitivinicultores. “Já realizamos o Workshop de articulação setorial no Rio Grande do Sul e o resultado foi muito positivo. Como o Modervitis é bastante abrangente, envolvendo diversos ministérios e instituições de governo (BNDES, BRDE, CONAB), que promoverão ações que vão desde assistência técnica até o estabelecimento de linhas de créditos específicas para o Programa, esclarecer como será o seu funcionamento facilitará o acesso do Programa aos potenciais beneficiários”, avalia.

 

O evento será mediado pelo Diretor-Executivo do Ibravin, Carlos Paviani, e terá como primeira palestra a apresentação dos aspectos estruturais e operacionais do Programa, com o coordenador do Modervitis. Na sequência, estão previstas palestras de representantes das instituições parceiras do programa: Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES); Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC); do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA); do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA); do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI); e Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Após as palestras, haverá um espaço para debates.

 

Aberto ao público, o evento é promovido pelo Ibravin, Embrapa Uva e Vinho, Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca de Santa Catarina (SAR), Câmara Setorial da Uva e do Vinho de Santa Catarina e Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural (Cederural).

 

Serviço:
O que: Workshop de Articulação Setorial do Modervitis em Santa Catarina
Onde: Auditório do Instituto Federal Catarinense (IFC) – Rodovia SC 135, km 125 – Campo Experimental – Videira – SC
Quando: 17 de outubro, das 09h às 12h
Quanto: Entrada gratuita
Programação:
Mediação: Carlos Raimundo Paviani – Diretor Executivo do Ibravin.
9h – Abertura (Lideranças Setorial e Autoridades).
9h30 – Palestra: O Modervitis: Aspectos Estruturais e Operacionais do Programa – Dr. José Fernando da Silva Protas – Embrapa Uva e Vinho.
Painelistas:
10h15 – O papel do BNDES no plano operacional do Modervitis – Dr. Luiz Gustavo Bredas
10h30 – O Papel do MDIC no plano operacional do Modervitis – Dr. Luiz Fernando da Silva
10h45 – O papel da MDA no plano operacional do Modervitis – Dr. Manoel Mendonça
11h00 – O papel do MAPA no plano operacional do Modervitis – Dr. João Salomão
11h15 – O Papel do MCTI no plano operacional do Modervitis – Dr. Jorge Campagnolo
11h30 – O papel da CONAB no plano operacional do Modervitis – Dr. Paulo Morcelli
11h45 – Debates
12h – Encerramento

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close