Amures

Prefeitos trocam presentes no “Amigo Secreto”

09

Oneris Lopes para Agência São Joaquim Online

Uma missa de agradecimento pelo ano de 2014 e pedidos de um 2015 com mais conquistas para a região marcou o encerramento de atividades dos prefeitos da Amures nesta quinta-­feira, em Bom Jardim da Serra. Os 18 municípios da Serra Catarinense estiveram representados e apenas dois prefeitos não puderam comparecer no evento no Clube da Polenta, que terminou com revelação de “Amigo Secreto”.

A festividade reservada a prefeitos e vices iniciou às 10 horas com missa. Brincadeiras e cantos sob animação da banda Ana Paula Musical levaram os prefeitos a descontração. O Coral de Vozes de Urupema, sob a regência do maestro Joed Jeffer também se apresentou e contribuiu para a celebração religiosa.

Após o almoço, os prefeitos trocaram presentes e lembranças de “Amigo Secreto”. Apenas os prefeitos de Campo Belo do Sul, Edilson de Souza e de Anita Garibaldi, Ivonir Fernandes não compareceram ao evento devido a compromissos de final de ano. Mas encaminharam seus presentes por representantes aos amigos ocultos.

O presidente da Amures prefeito de Bom Jardim da Serra, Edelvânio Topanoti agradeceu aos colegas e disse que o grande desafio dos municípios é lutar de forma conjunta e unida no enfrentamento às dificuldades. “As crises nos fazem crescer e nos tornam mais unidos. Obrigado às todos por este ano maravilhoso, por estar junto de vocês”, declarou.

Em dupla, trio e até quinteto, os prefeitos cantaram e trovaram na confraternização. O vice­prefeito de Lages, Toni Duarte lembrou que na região não existe fronteiras tamanho congraçamento dos prefeitos. E observou que se os prefeitos jamais devem desanimar, porque haverá sempre alguém na comunidade com dificuldade maior, à espera da ajuda do prefeito.

Related Articles

1 thought on “Prefeitos trocam presentes no “Amigo Secreto””

  1. O amigo secreto do prefeito pelego de Lages é a Policia Civil, a Policia Militar, o Ministério Público, e uma bolsa de R$ 165.000,00 por mês, que era de seu motorista, ele não sabia de nada.
    Telefonava para as empresas apenas para encher o saco (de dinheiro). Vagabundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close