Especial

Jovem joaquinense escreve poesia sobre a violência em São Joaquim

Poesia que Frank Tsunami enviou ao São Joaquim Online sobre a violência em São Joaquim.
A cidade já não é mais a mesma
População vive com medo se tranca na noite escura e fria
As ruas ficam desertas, apenas bandidos e vândalos vagando
Aos poucos essa humilde cidade está vivendo seus tempos de periferia
 –
O futuro está comprometido
Nas escolas gangues se juntam pra uma guerra
Para onde eu vou correr
Me ajuda o senhor policial
Tenho família que trabalha no suor
Não quero ver mais ninguém perecer
 –
Violência em primeiro lugar
Na madrugada o slender ataca
Rouba, rouba
Muito diferente do jogo
Na vida real da mais medo
Ninguém quer mexer, com a cobra
 –
Pessoas de bem dividindo espaço
Com armas de fogo, nem os animais escapam
Veneno pros cães !
Seu filho não voltou da escola ou do trabalho
Que dura é a vida das mães
 –
Perder de 8 x 0 não é nenhuma vergonha
É olhar pra essa cidade e ver que ninguém faz nada
Parece que estão vestidos todos com camisa de força
Não sou vagabundo, não preciso roubar nem matar
Nem de uma arma pra se fazer justiça.
 –
Ainda vou ver gente matando por 1 real
A culpa é de quem???
Do estado será ???
Das organizações locais ???
 –
O povo quer mudança logo
NÃO É PRA AMANHÃ
Não da pra esperar
Até os homens de preto tecer a lã
 –
Violência em primeiro lugar
Na madrugada o slender ataca
Rouba, rouba
Muito diferente do jogo
Na vida real da mais medo
Ninguém quer mexer, com a cobra.
Frank Tsunami
Frank Tsunami

Related Articles

3 thoughts on “Jovem joaquinense escreve poesia sobre a violência em São Joaquim”

  1. Belas palavras Frank, se deus te deu algo foi talento meu amigo!tudo de bom pra você,tirou as palavras da minha boca

  2. Essa poesia fiz tudo.nada e como antes que brincamos na rua ate tarde.. sai a noite jamais ,
    Parabens ao jovem que escreveu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close