São Joaquim

Em visita a São Joaquim, governandor Raimundo Colombo antecipa R$ 4,9 milhões para as obras do Caminhos da Neve

Por Governo do Estado

 

 

Raimundo Colombo (7)

O projeto de infraestrutura turística que vai ligar as serras de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul entra em uma nova etapa.

O governador Raimundo Colombo liberou nesta quinta-feira, 15, em ato em São Joaquim, R$ 4,9 milhões para a continuidade das obras na rodovia Caminhos da Neve (SC-114). O valor está sendo antecipado e é referente às parcelas programadas para os meses de março e setembro de 2015. O 10º Batalhão de Engenharia de Construção (BEC) é o responsável pelos trabalho.

A pavimentação completa da rodovia abrange um trecho de quase 30 quilômetros que ligará o município catarinense de São Joaquim à divisa com o Rio Grande do Sul. Os recursos liberados nesta quinta garantirão a continuidade das obras da segunda etapa. “Essa é uma grande obra para Santa Catarina, impulsionando ainda mais a nossa vocação turística. O turismo já responde por 13% do PIB do Estado. Agora no verão, estamos batendo todos os recordes no Litoral. E a Serra também tem muito potencial nesse setor, que representa mais empregos, mais renda e mais impostos para os municípios”, afirmou o governador Colombo.
Raimundo Colombo (17).

O secretário de Estado do Turismo, Cultura e Esporte, Filipe Mello, acompanhou o ato e também destacou a importância da obra para a vocação turística catarinense. “Santa Catarina vive hoje uma diversificação e segmentação turística, o que é fundamental. Não somos mais só reconhecidos pelo turismo no Litoral, mas também pelo turismo rural, de aventura, de entretenimento, de eventos, religioso. E a região serrana é fundamental nesse contexto, uma parcela significativa da sociedade prefere fazer turismo na Serra. E para que isso possa ser potencializado, o mais importante nesse momento é a infraestrutura. Gerar infraestrutura é fundamental para o desenvolvimento da região e de todo o Estado”, ressaltou.
Raimundo Colombo (5)

O comandante do 10º Batalhão de Engenharia de Construção, coronel Otavio Fontoura Souto Maior, afirmou que, com o novo repasse, será possível focar no lançamento do asfalto exatamente no período em que as condições climáticas da região favorecem esse tipo de trabalho. Ao longo do trecho estão sendo executadas obras de drenagem profunda e outros trabalhos envolvendo a alteração do traçado original da rodovia.

O batalhão conta com um efetivo de 105 militares – número que deve aumentar nas próximas semanas. “Estamos entrando no período mais produtivo para as obras, que é a época de seca. Por isso, a importância da antecipação desses recursos. Vamos avançar e acelerar agora o máximo a etapa de pavimentação. E no inverno, quando o trabalho é mais complicado, avançamos mais na terraplenagem. Mas a proposta é seguir com as duas equipes trabalhando sempre, mesmo que com ritmos diferentes”, explicou o coronel Souto Maior.

 

Raimundo Colombo (12)

 

 

Desenvolvimento econômico


A obra completa terá 29,4 quilômetros de estrada pavimentada em Santa Catarina, entre São Joaquim e a divisa com o Rio Grande do Sul. […]

Para o setor turístico, a rodovia é uma obra que vai transformar a realidade da região. Natural de São Joaquim, Viterbo Souza Oliveira trabalha no setor de serviço e turismo há 50 anos e há duas décadas inaugurou o próprio hotel na cidade. Para ele, a obra pronta será garantia de aumento no número de turistas. “Essa rodovia é a mais importante de São Joaquim, com ela pronta vamos impulsionar de vez o turismo na cidade, encurtando as distâncias entre as Serras catarinense e gaúcha”, destacou.

O casal Marcos e Elaine Mafra, de São Paulo, está em férias e aproveitou a semana para visitar Santa Catarina. “Essa nova rodovia vai ser muito convidativa, encurtando as distâncias para conhecermos toda a região”, afirmou o empresário que já visitou a Serra Catarinense outras vezes. “E a própria rodovia, com suas lindas paisagens, é um atrativo turístico em si. A região é muito bonita”, acrescentou Elaine.

 

unnamed
Foto James Tavares

 

Além de promover o turismo, a rodovia serve também para o escoamento da produção de maçã, fator de grande importância sendo São Joaquim o maior produtor nacional da fruta. “Esse escoamento da produção é o resultado mais imediato. O produtor se esforça, se sacrifica, faz um produto de qualidade, corre todos os riscos de clima e preço. E depois para transportar vem numa estrada de chão, batendo uma maçã na outra, desvalorizando um produto feito com tanto carinho. Ao investir nessa estrada, reconhecemos esse esforço e oferecemos melhores condições de trabalho”, explicou o governador Colombo.

O prefeito de São Joaquim, Humberto Brighenti, cita pesquisa da Santur que prevê um fluxo extra de 110 mil carros por ano cortando a cidade após a obra ser concluída. “Com uma média de três pessoas por carro, serão mais de 300 mil novos visitantes por ano que irão somar aos que já nos visitam atualmente, impulsionando comércio, serviços e toda a economia da cidade”, comparou. “Essa rodovia vai trazer o desenvolvimento econômico de forma permanente para a região”, acrescentou o presidente da Associação Catarinense dos Produtores de Vinhos Finos de Altitude (Acavitis), Acari Amorim.

 

Raimundo Colombo (18)


 

Raimundo Colombo (21)


 

Raimundo Colombo (20)


Raimundo Colombo (1)


Raimundo Colombo (13)


 

Raimundo Colombo (15)


 

Raimundo Colombo (25)

Imagens Sheila Godinho


Related Articles

9 thoughts on “Em visita a São Joaquim, governandor Raimundo Colombo antecipa R$ 4,9 milhões para as obras do Caminhos da Neve”

  1. verdade quando passo por ali vejo os caras sentados,dormindo,maquinas paradas brincando de lutinha,caminhoes lotados de soldados dando bandinhas em sao joaquim azarando as menininhas e a obra parada,faz 6 anos que passo por esta estrada e muito pouco evoluiu.6 anos

  2. caminhos da neve? turismo.essa estrada está no lugar errado,ou eu fiquei louco não deveria sair pelo caminho do luizinho para ligar os canions do itambesinho.escoar as frutas seria mais facil por ali era só ligar o buava tudo estaria certo.

  3. caminhos da neve? turismo.essa estrada está no lugar errado,ou eu fiquei louco não deveria sair pelo caminho do luizinho para ligar os canions do itambesinho.escoar as frutas seria mais facil por ali era só ligar o buava tudo estaria serto.

  4. SR.RELAÇOES PUBLICAS 10º SEI DE SUA PREOCUPAÇÃO EM DEFENDER SEU DESTACAMENTO MAS GOSTARIA QUE ENTENDESSE MEU LADO DE CIDADÃO QUE ACORDA CEDO PARA BATALHAR,E PAGO IMPOSTOS E MUITOS IMPOSTOS E VER O QUE VEJO ME INDIGNA O QUE FALO NÃO E UMA MENTIRA E NÃO SÓ O ÚNICO QUE PENSA OU VE ISTO QUE ESTOU DENUNCIANDO MAS VOU AGIR DIFERENTE A PRÓXIMA VEZ VOU FILMAR E COM CERTEZA IREI ME IDENTIFICAR E COM PRAZER IREI PESSOALMENTE LHE FAZER UMA VISITA

  5. Prezado Sr INDIGNADO, gostaria de falar com o senhor a respeito da obra e apresentar os serviços, pois não é isso que vejo. Nossos militares estão trabalhando muito para que os trabalhos se desenvolvam dentro dos prazos previstos. O Comando do Batalhão está à sua disposição. Por favor, identifique-se que será um prazer recebê-lo, seja no Comando do Batalhão ou na sede do Destacamento.
    Muito obrigado.
    Meu cordial abraço.

  6. O asfalto do caminho das neves, a passo de tartaruga somente dinheiro e o tempo passando e a ponte da goiabeiras vai cair antes do asfalto chegar até lá, SDR projeto antecipado para dar agilidade já é um caso de emergência para a população que necessita desta ponte turismo em são Joaquim, agilidade antes que se torne um caso de polícia e MP em cima das autoridades constituídas,antes que aconteça uma tragédia e caia um processo crime em cima das autoridades competentes.

  7. quando e pra bater fotografia com o governador a Solange aparece mas as calcada mal feita e a seguranca ela nao aparece

  8. BOM LIBERARAM MAIS VERBAS PRA QUE?CE QUANDO PASSO POR ESTA RODOVIA TODOS OS DIAS VEJO UM MONTE DE GENTE PARADO SEM FAZER NADA SÓ NO CELULAR FACE,E MAIS ESTE INFERNO DE WHATSAPP,E AI VEM ME DISSER QUE VÃO AUMENTAR O NUMERO DE PESSOAS DEVEM TAR DE BRINCADEIRA NÉ?DESCULPE O DESABAFO MAS NAO AGUENTAMOS MAIS VER NOSSO DINHEIRO SENDO GASTO DESTA FORMAMAS VINDO DE BRASIL SO PODEMOS ESPERAR ISTO,ATE QUANDO??????????????

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close