Pecuária

Onda do roubo de gados volta a preocupar os pecuaristas da região

gado

 

A pratica do roubo de gado volta a acontecer na região, e desta vez nas localidades de Despraiado, Mantiqueira .

Os índices de roubos de gado seguem crescendo, e preocupam os pecuaristas. O crime tem deixado a população em alerta nas localidades São Joao Dos Pelotas, São Sebastião do Arvoredo, Despraiado, Mantiqueira, Cadete, Cruzeiro.
Dezenas de animais já foram furtados de várias propriedades no ultimo ano.
Proprietários rurais têm se mostrado preocupados com a onda de roubos ocorridos em casas e fazendas da zona rural de São Joaquim. Animais e equipamentos agrícolas são os principais alvos dos bandidos, segundo a Polícia.

Vítimas relataram diversas ocorrências em novembro, dezembro, inclusive assaltos a residências. “Houve caso de um único criador perder até 8 cabeças de gado”, afirmou preocupado um agropecuarista.

Os proprietários lamentam que, os prejuízos financeiros têm crescido a cada dia devido à prática criminosa das quadrilhas que agem dizimando os rebanhos, além do furto de equipamentos como motosserra, roçadeiras, defensivos agrícolas.

Porém, os criminosos têm aparentado um planejamento e só agem quando os proprietários estão distante.Ladrões agem com tranqüilidade porque escolhem as propriedades em que querem roubar o gado, os “amigos do alheio” conseguem atravessar com os gados por vários terrenos.

Na região de Despraiado foram furtados animais de mais de quatro propriedades.Este não é o primeiro roubo de gado nestas localidades.

“Quem rouba é para vender, não é só para comer, porque é muita quantidade. Tem de haver quem lhes fique com o gado roubado”, afirma um produtor.

Problema sentido pelos proprietários da região. Uma família relata que perdeu quatro animais, não esconde à revolta. A criminalidade já está incorporada à rotina: “Aqui ninguém consegue mais dormir direito. Passamos muitas noites à espera do pior. Quando escutamos barulhos de carros ou latidos de cachorros, já começamos a pensar que a coisa pode piorar”, diz o pecuarista.

Às vezes, de manhã, a primeira coisa que se faz é contar o gado e se faltar algum. Não tenho a certeza da quantia de dinheiro que já perdi, nem a quantia de rês que já me roubaram, porque foram tantas vezes…

Para a polícia não é novidade os crimes envolvendo furto de gado na região de São Joaquim e Bom Jardim da Serra, ainda mais com a alta dos preços da carne.

Hoje, o preço do quilo do boi gordo está em R$: 5 reais. Ou seja, um boi que pesa em média 450 quilos custa R$ 2.250,00.”Estamos na pista dessa gente que aproveita regiões mais distantes para agir. Não vamos parar enquanto não pegarmos esses ladrões no flagrante”, disse um policial, que pediu para não ser identificado.

A Polícia Civil, informou que já foi feito o levantamento dos suspeitos e que policiais da Delegacia Regional de Bom Jardim da Serra e São Joaquim estão trabalhando em busca dos criminosos.

Entretanto, os trabalhos esbarram no medo das vítimas em denunciar. “Um dos problemas ainda é a omissão das vítimas que não procuram a Delegacia para fazer boletim de ocorrência”, comentou.
A policia informou também, que ano passado três pessoas foram indiciadas pela pratica do crime, e que as buscas continuam.

 

Related Articles

5 Comments

  1. Vamos colocar estes ladrões atrás, das grades que é o lugar deles, mas você tem que colaborar, aqui faço um apelo para todos os agricultores e pecuaristas destas regiões, esta na hora de denunciar para policia, ajude a policia desvendar estes crimes, se você sabe de alguma coisa, ou movimentação de gado diferente de costume, próximo a sua propriedade. Ligue para policia de São Joaquim ou Bom Jardim da Serra, 190, peço também ao Poder judiciário de São Joaquim, agilidade, para que tome as medidas cabíveis urgentemente, no sentido de colocarmos estes ladrões atrás das grades…. cadê a rádio difusora ou a nevasca para divulgar e alentar os agricultores e pecuaristas de nossos municípios….

  2. Tive 4 bois roubados no ano passado sumiram sem dar pistas ate porteiras abriram em minha propriedade e o problema que tem um conhecido meio bardozo mão ligeira e esse individuo teve por perto disfarçando com umas cercas o problema é que a lei é suja se denuciar ainda me encomodo pois não tenho provas concretas como foto ou testemunhas que tenham visto algo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close