Dia de Campo sobre Pera traz conhecimento aos joaquinenses

por Sheila Godinho 0

Por Marcelo de Liz / EPAGRI


SAM_0450

Aconteceu uma tarde de campo sobre a cultura da Pera na Estação Experimental de São Joaquim no dia 27 de janeiro, com a participação de cerca de 40 pessoas entre técnicos e fruticultores, com a presença do Gerente Estadual de Pesquisa e Inovação da Epagri pesquisador Guilherme Rupp.
No evento foram mostrados os resultados de pesquisa de algumas Cultivares de Pêra como: Cv. Rocha, Cv. Packham´s Triumph e Cv. Santa Maria sobre o porta enxerto de marmelo em várias densidades de plantio.

A reunião transcorreu com uma parte teórica, onde os pesquisadores José Massanori e Mateus Pasa, explicaram os resultados das áreas experimentais em termos de produtividade com parcelas de até 40-50 toneladas/ha nesta safra e frutas apresentando uma boa aparência em termos de qualidade.
Mostrou-se a importância de termos um boa diferenciação floral com boa formação de órgãos frutíferos, uma boa polinização e uso de fitoreguladores para aumentar a frutificação efetiva, a poda equilibrada em época ideal para que não ocorra desequilíbrio de reservas na planta, pontos importantes para ganhos satisfatórios de produção e qualidade na cultura.

SAM_0454

Na segunda parte o grupo se dirigiu as áreas experimentais, onde observou-se nas áreas experimentais o tamanho dos frutos, produtividade por planta, densidade de plantio, porta enxerto utilizado e a qualidade geral da fruta, fazendo suas análises visuais e explicações dos pesquisadores.

A cultura da Pera pode tornar-se uma alternativa viável, para os fruticultores da região principalmente no pequeno e médio fruticultor, desde que bem planejada e implantada, com adoção de todas as tecnologias que estão a disposição dos mesmos, pois é uma fruta com pouca produção no país, com forte apelo de consumo no mercado brasileiro na ordem de 250.000 toneladas e preços que o consumidor final paga na fruta relativamente altos e obtidos pelos fruticultores relativamente bons, importante que o setor esteja organizado para poder atender sua demandas.
SAM_0459

Deixe uma resposta