Serra Catarinense

Lideranças cobram plano de manejo do Parque Nacional de São Joaquim

Lideranças

Fábio Ramos para Agência São Joaquim Online

O Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio) não cedeu ao apelo do parlamento catarinense,  e o Parque Nacional de São Joaquim permanecerá fechado para visitações até que um plano de manejado seja elaborado.  Na audiência desta quarta-feira (25),  em Brasília, o  presidente em exercício do órgão federal, Marcelo Marcelino,  insistiu nos argumentos que embasaram a interdição do parque, apesar dos dados apresentados pelo Instituto Serrano de Ecoturismo e Conservação da Natureza (Isecon).

Os legisladores lamentaram a resposta negativa,  e irão cobrar a agilização do plano para que o parque seja reaberto o quanto  antes.  “Queremos rapidez, pois as pessoas que sobrevivem do parque estão sendo afetadas. Acompanharemos o processo de perto”,  disse o deputado estadual Gabriel Ribeiro.

Pediu-se que os primeiros estudos sejam feitos nas áreas historicamente mais visitadas,   para que elas sejam liberadas antes da conclusão do plano.

Por enquanto, ninguém pode visitar o parque. A medida vem afetando a atividade turística dos municípios abrangidos.  A cidade mais prejudicada é  Urubici,  que possui a maior área da reserva.

A comitiva catarinense que participou da reunião foi formada pelo deputado estadual Gabriel Ribeiro;  senador Dário Berger;  deputados federais Carmen Zanotto,  Esperidião Amin, Marcos Tebaldi,  Edinho Bez e Jorge Boeira;  presidente da Câmara de Urubici,  Mariza Costa;  e membros do Isecon.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close