Serra Catarinense

Adesões ao Cadastro Ambiental Rural aumentam 22,4% em Santa Catarina

serra

Artur Hugen para Agência São Joaquim Online

O relatório de acompanhamento do Cadastro Ambiental Rural (CAR), divulgado nesta quarta-feira, 4, informa o número de cadastrados atingiu 56.003 em fevereiro, um crescimento de 22,4% em relação ao mês anterior.

“O CAR é um importante instrumento para auxiliar no planejamento do imóvel rural e na recuperação de áreas degradadas. Santa Catarina desponta como o Estado com mais cadastros na região Sul e vamos continuar trabalhando para que o cadastro seja feito em 100% do nosso território”, esclarece o secretário do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), Carlos Chiodini.

O CAR é o registro público eletrônico de âmbito nacional, obrigatório para os imóveis rurais, com a finalidade de integrar as informações ambientais das propriedades e posses rurais. O objetivo de traçar um mapa digital e um diagnóstico ambiental com as informações georreferenciadas do proprietário ou posseiro rural.

O prazo para a conclusão do CAR até o dia 6 de maio deste ano. O cadastramento é obrigatório e gratuito para todos os proprietários rurais. Aqueles que não aderirem ao sistema serão penalizados e ilegalizados, sem poder ter acesso a benefícios como o crédito rural.

A cidade catarinense com mais cadastros realizados é Barra Bonita, no Extremo-Oeste, com 95% dos imóveis registrados no CAR. Já a Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR) mais atuante é a de Seara, com 3.098 propriedades cadastradas, número que corresponde a 33% do total. “Temos ainda muitos desafios nas regiões de Brusque, Florianópolis, Itajaí e Rio do Sul, onde o cadastramento não atingiu nem 7%”, declarou o diretor de Saneamento e Meio Ambiente da SDS, Luiz Antonio Garcia Corrêa.

Além da SDS, participam do grupo de trabalho do CAR em Santa Catarina as Secretarias de Estado da Agricultura e da Pesca (SAR), da Casa Civil (SCC) e SDRs, Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Estado de Santa Catarina (Epagri), Fundação do Meio Ambiente (Fatma), Federação dos Trabalhadores na Agricultura de Santa Catarina (Fetaesc), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc), Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina (Ocesc), associações de municípios, prefeituras, sindicatos rurais, entre outros órgãos.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close