Câmara de Vereadores

Câmara de São Joaquim rejeita proibição do uso de bebidas alcoólicas em vias públicas

 São Joaquim

Tá tudo liberado!!!

A Câmara de Vereadores de São Joaquim rejeitou em primeira votação na tarde desta última segunda-feira (02) o Projeto de Lei que previa a proibição do consumo de bebidas alcoólicas em vias públicas de São Joaquim.

O Projeto de Lei foi formulado pelo Vereador Guinho Biolo e apresentado em uma coletiva de imprensa que clamava por Segurança Pública após as ondas de violência, assaltos, tiros e assassinato que marcaram a cidade de São Joaquim logo no início do ano.

Coletiva de Imprensa - Segurança Pública
Projeto foi discutido pelos órgãos de Segurança Pública como favorável para São Joaquim: Imprensa, Prefeito Humberto Brighenti, Tenente Marlos, Vereador Guinho Biolo, Promotor Carlos e Delegado Diego

Segundo Guinho Biolo a Lei não proibia à venda, mas sim o consumo das bebidas em vias púbicas como frentes de comércio e praças públicas onde todas as noites vários grupos se reúnem para beber e fazer algazarras, deixando um grande rastro de sujeira e pilhagem nas ruas do centro e bairros de São Joaquim.

Durante a coletiva de imprensa no início do ano, a própria Polícia solicitou a confecção da tal lei para que possam, dessa forma, diminuir ou erradicar os atos de criminalidade e vandalismo presentes no dia de hoje na cidade de São Joaquim.

Porém tal ideologia desceu por água abaixo depois que a Câmara de Vereadores rejeitou por 5 votos a 2 o projeto que teve apenas o apoio do próprio proponente Guinho Biolo e do vereador Edson Andrade (Tiriva).

Passeata (135)
Em Janeiro uma passeata reuniu mais de 1000 pessoas no centro de São Joaquim pedindo paz e mais segurança nas ruas de São Joaquim

Até mesmo o Parecer das Comissões foram contrários a tal proposta, pois, segundo os vereadores que rejeitaram o projeto alegaram que era preciso respeitar a Lei do Livre Arbítrio.

Agora o projeto segue para a segunda votação na próxima sessão onde os vereadores pretendem encerrar de uma vez por todas a questão do consumo de bebidas em vias públicas, mesmo contrariando os apelos da Segurança Pública de São Joaquim.

Em outras cidades (inclusive de Santa Catarina) a tal lei de Proibição do Consumo de Bebidas em Vias públicas reduziu drasticamente a criminalidade e o número de ocorrências policiais, isto sem falar falar da redução da sujeira como garrafas, latas e copos plásticos e garrafas quebradas nas vias públicas: Lei que proíbe consumo de bebidas em vias públicas ajuda a reduzir criminalidade

Veja as decisões (Clique para ampliar):

 


 

Veja também o teor do projeto que foi rejeitado:

projeto de lei 01


projeto de lei 02

Related Articles

17 Comments

  1. Quero parabeniza os senhores vereadores Guinho e Edson pelo brilhante projeto contra bebedeiras em lugares publicos é uma pena os que demais vereadores não querem a melhora da cidade querem que continue na bagunça e na dezorde mas a prossima elição ta vindo

  2. VEREADORES TEM SIM Q,PROIBIR,POIS É UMA POCA VERGONHA,GARRAFAS JOGADAS NAS RUAS,DEPOIS DO GOLE VEM AS DROGAS,PREJUIZOS VANDALISMO,ROUBOS,ACIDENTES…POR ISSO Q,SAO JOAQUIM NUNCA VAI PRA FRENTE,DIGA NÃO AS BEBIDAS NAS RUAS,MENOR NÃO PODE TRABALHAR,MAS SE PROSTITUIR,NAS RUAS BEBER PODE??É SÓ NÓS MORADORES FAZERMOS PASSEATAS E PROTESTOS NAS RUAS DE NOVO…VAMOS LA…E PARABÉNS AOS VEREADORES Q,QREM MUDAR ESSA POUCA VERGONHA CACHAÇADAS NAS RUAS,LIXOS…ETC…

  3. Faltou dizer..
    PRA VEREADOR TERIA QUE TER ESTUDO NÃO QUALQUER UM QUE SE CANDIDATE… Ter um grau de estudo bom e uma Câmara de vereadores não é filantropia pra dar emprego só porque a pessoa é pobre ou conpra voto.
    É um lugar pra trabalha em favor do povo se não acontece isso na última sessão..

  4. É que coisa nê povo.
    Olhem bem os que votaram na sessão da Câmara.
    Eis o quórum:
    Favoráveis – Guinho Biolo (PMDB)
    e Tiriva (PMDB)
    Contrários – Vanor De Betio
    (PMDB), Antônio Baduí (PR),
    Diomar Antunes (PPS), Maurício
    Yamashiro (PV) e Agenor Valim
    (PPS)
    Falta – Olavo Costa (PSD) [não
    compareceu na Sessão]
    Não votou – Tulinho Mattos (PT)
    [Presidente da Câmara só vota em
    caso de empate]
    Sera que terão coragem de pedir votos
    ba próxima eleição.
    Será que irão dizer que vão trabalhar em favor do povo…. Balela vão trabalha em favor do bolso destes fanfarrões…

  5. Não da para acreditar o que esses vereadores estão fazendo!!!!!
    NADA NADA NADA NADA. Aguardem as próximas eleições .

  6. Que absurdo e que falta de compromisso com o município. Deveria haver uma manifestação pública na Câmara de Vereadores e cobrar dos “edis” responsabilidade política e comprometimento com o povo de São Joaquim. Será que é preciso que mais alguém morra para que os vereadores tomem tenência? Ou será que eles não servem de exemplo? QUE VERGONHA.

  7. Os demais veresdores, certamente pensam que vão garantir os votos dos beberrões e baderneiros que ficam nas ruas promovendo confusão e mexendo com moças e senhoras que passam, além de deixarem lixo espalhado e sairem dirigindo alcoolizados. É isso que dá eleger pessoas que não se preocupam, realmente, com a população e com o bem comum, somente com o próprio umbigo. Como é que queremos que São Joaquim melhore se os próprios veresdores (alguns)não dão exemplo de disciplina, coragem, ética e respeito? As coisas estão de cabeça para baixo: as pessoas de bem tem que ficar trancadas em casa para os marginais poderem ter livre arbítrio. É só que faltava!

  8. E o livre arbítrio de quem não bebe? E o livre arbítrio de quem quer sair nas tardes e noites dos finais de semana? É uma vergonha esses vereadores que votaram contra! É bom saber quem são para nunca mais ganharem votos das pessoas de bem que tem DIREITO ao livre arbítrio.

  9. Quero ver a hora que a violência bater na porta ou família destes que votaram contra,espero que as esposas e filhas sejam abordadas e ameaçadas como vem acontecendo com muitas mulheres e moças. Dai com certeza vão querer justiça só que não vai ter eles mesmos aprovaram a bebedeira na rua. Estamos perdidoooooooos nesta cidades sem leis.

  10. De que adianta os partidos colocarem candidatos para nos representar na câmara, e assim as coisas boas que teriam que acontecer, esses votam contra, é um total descaso hj a politica publica no Brasil, sinceramente acho que nosso pais não tem mais como consertar.

    Mas quero que esses que votaram contra venham pedir votos, vão ouvir poucas e boas.

  11. Não neste caso a votação não foi secreta.

    Eis o quórum:

    Favoráveis – Guinho Biolo (PMDB) e Tiriva (PMDB)

    Contrários – Vanor De Betio (PMDB), Antônio Baduí (PR), Diomar Antunes (PPS), Maurício Yamashiro (PV) e Agenor Valim (PPS)

    Falta – Olavo Costa (PSD) [não compareceu na Sessão]

    Não votou – Tulinho Mattos (PT) [Presidente da Câmara só vota em caso de empate]

  12. A votação é secreta? Precisamos saber quem é contra e quem é a favor. E ainda dissem que são nossos representantes

  13. Os vereadores esqueceram que foi a comunidade que colocou eles la entao eles tem que trabalhar em prol da comunidade e não para interesse proprio.

  14. Qual justificativa para tal rejeição?
    Pelo que entendi, todas as autoridades e moradores pleiteiam tal lei em favor da ORDEM da cidade e PAZ aos cidadãos joaquinenses……

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close