Serra Catarinense

Obras em escolas estaduais seguem cronograma e estão dentro do prazo

SDR 01

Pablo Gomes para Agência São Joaquim Online

As obras nas escolas estaduais na área de abrangência da Secretaria do Desenvolvimento Regional (SDR) de Lages seguem os cronogramas e estão dentro dos prazos. Na tarde desta sexta-feira, o secretário João Alberto Duarte e o deputado estadual Gabriel Ribeiro vistoriaram dois estabelecimentos e ficaram satisfeitos com o que viram.

A vistoria ocorreu nas EEBs Godolfin Nunes de Sousa, no bairro da Penha, e Industrial de Lages, no Vila Nova. Ambas somam dois mil alunos e recebem investimentos que chegam a R$ 9 milhões.

Na Godolfin, ao custo de R$ 3,2 milhões, são feitas a reforma geral, ampliação do ginásio de esportes e do refeitório, sala de artes, banheiros novos, instalação de playground e construção de um auditório com capacidade para 382 pessoas sentadas. As obras iniciaram em julho do ano passado e devem ficar prontas em janeiro de 2016.

Já no Industrial são executadas a reforma geral e ampliação. Ao custo de R$ 5,6 milhões, maior montante dos atuais investimentos do governo do Estado nas escolas da região, os serviços começaram também em julho de 2014 e deverão terminar em julho de 2016.

Além da Godolfin e do Industrial, outras escolas estão em grandes obras neste momento nos 12 municípios da SDR Lages. Os maiores trabalhos estão nas EEBs Visconde de Cairu, no bairro Vila Nova, em Lages; Flordoardo Cabral, no centro de Lages; e Mauro Gonçalves Farias, em São José do Cerrito. Os investimentos totais chegam a R$ 16 milhões nas 45 escolas da região.

SDR 02Além das reformas, foram construídos nove centros culturais e esportivos. Na próxima semana, o governador Raimundo Colombo deve inaugurar pessoalmente dois, nas escolas Visconde de Cairu, em Lages, e Fazenda Olinkraft, em Otacílio Costa, com investimentos que chegam a R$ 2,5 milhões. O último, na EEB Padre Antônio Vieira, em Anita Garibaldi, será inaugurado na sequência.

_ Investir na infraestrutura é garantir ambientes seguros e confortáveis para os nossos 30 mil alunos e 1,5 mil profissionais. E isso beneficia diretamente a educação e toda a comunidade _, diz o secretário regional João Alberto Duarte.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close