PolíticaSerra Catarinense

Amures entrega relatório de recuperação de nascentes à Tractebel

amures

Oneris Lopes para Agência São Joaquim Online

O presidente da Amures Vânio Forster entregou na manhã desta segunda­feira (09) ao supervisor de Operação da Tractebel Energia Co­Geração Lages, José Luiz dos Santos Dutra relatório de prestação de contas de um projeto de recuperação de nascentes executado em parceria entre as duas instituições. O documento será apresentado também Ministério Público por se tratar de uma ação que objetivou a melhoria na quantidade e qualidade da água para agroindústrias familiares.

O relatório de quase 300 páginas é fruto de um ano de atividades a campo pela equipe de geoprocessamento da Amures. “O que é interessante é que este projeto de recuperação de áreas de preservação permanente iniciou com meu antecessor na presidência da Amures e confio que meu sucessor dará continuidade, por se tratar de uma ação que envolve as prefeituras, a Udesc, a iniciativa privada e a comunidade”, comentou Forster.

O projeto piloto atendeu as expectativas dos proprietários de agroindústrias familiares para que as atividades produtivas sejam sustentáveis. Na agroindústria Arruda, em Painel foi recuperada uma área de mais de 4.500 metros quadrados. Em Campo Belo do Sul, na comunidade dos Motas uma área de 7 mil metros quadrados. Na Agroindústria Segredo em Lages, uma área de mais de 8,2 mil metros quadrados e na localidade Raitz em Cerro Negro, uma área de 3,4 mil metros quadrados.

Além do cercamento de nascentes de água e plantio de espécies nativas, foram implantados sistemas de proteção de nascentes (caxambu), pré­filtro, decantador, filtro lento e reservatório. O que explicou o coordenador ­executivo do projeto, engenheiro florestal André Bortolotto Buck é que este trabalho de proteção de nascentes tem de ser intensificado nas bacias hidrográficas, especialmente na bacia do rio Caveiras.

Parceria exitosa

O supervisor de Operação Tractebel elogiou o alcance do projeto e observou que não se trata apenas uma ação em defesa do meio ambiente. Está sendo beneficiada com este projeto a cadeia produtiva das agroindústrias familiares, que terão água de qualidade e em quantidade. Somos gratos por esta parceria com a Amures”, declarou, José Luiz dos Santos Dutra.

O diretor­executivo do Cisama Selênio Sartori, a secretária­executiva da Amures Iraci Vieira de Souza e o técnico de utilidades da Tractebel Giovani Soares acompanharam a apresentação do relatório do projeto que certamente deverá ser multiplicado em outras agroindústrias da Serra Catarinense.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close