PolíticaSerra Catarinense

Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável divulga informações do Cadastro Ambiental Rural por região

Cadastro Ambiental Rural

Michelle Nunes para Agência São Joaquim Online

A Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS) divulgou nesta quinta-feira, 12, o relatório de acompanhamento do Cadastro Ambiental Rural (CAR) de Santa Catarina por cada Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR). “Tivemos um salto significativo no último mês, com acréscimo de 22% no número de cadastros, e estamos trabalhando para alcançar resultados ainda melhores”, afirma o secretário da SDS, Carlos Chiodini.

A SDR de Seara está na primeira colocação, com 3.098 cadastros, o que corresponde a 32,8% imóveis rurais da região. Em seguida aparece a SDR de São Miguel do Oeste, com 28,1%, e a SDR de Quilombo, com 28%. A SDR com mais cadastros realizados é de Araranguá, com 4.199, número que corresponde a 21,6% de propriedades. As SDRs com menor adesão são de Brusque, com 3,6%, Grande Florianópolis, com 5,9% e Itajaí, com 6,1%.

O CAR é um registro obrigatório para imóveis rurais, estabelecido pelo Novo Código Florestal. Nele, são declarados os dados pessoais do proprietário ou possuidor rural, podendo ser pessoa física ou jurídica, além de dados cadastrais e da localização georreferenciada das Áreas de Preservação Permanente (APP), áreas de Reserva Legal (RL) e áreas de uso restrito (AUR).

O registro deve ser feito até maio deste ano e, caso não seja efetuado, o proprietário de terras sofrerá restrições por parte de órgãos públicos. Além disso, a partir de maio de 2017, os bancos não poderão gerar operações de crédito sem o recibo do CAR. O preenchimento é feito no site www.car.gov.br e há agentes treinados para auxiliar no processo nas prefeituras, secretaria de meio ambiente, sindicatos, cooperativas ou técnicos facilitadores.

Além da SDS, participam do grupo de trabalho do CAR em Santa Catarina as Secretarias de Estado da Agricultura e da Pesca, da Casa Civil e SDRs, Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Estado de Santa Catarina (Epagri), Fundação do Meio Ambiente (Fatma), Federação dos Trabalhadores na Agricultura de Santa Catarina, Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina, Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina, associações de municípios, prefeituras, sindicatos rurais, entre outros órgãos.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close