PolíticaSerra Catarinense

Ministra diz à Comissão de Agricultura que o Brasil real está andando

Kátia Abreu

Artur Hugen para Agência São Joaquim Online

Durante audiência na Comissão de Agricultura e Reforma Agrária do Senado, nesta quinta-feira (19), a ministra Kátia Abreu (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) afirmou que, apesar dos problemas atuais no país, o setor do agronegócio está otimista e que o “Brasil real está andando”.

A ministra afirmou que a política agrícola do país está “madura” e reage bem a eventuais ajustes fiscais. Ela compareceu ao Senado a convite da comissão.

“Ao contrário de pessimismo, tenho recebido empresários sempre querendo ampliar, investir, modelar situações que não estão adequadas para sua produção. São dificuldades pontuais, mas o mundo real está andado”, disse.

Ao lado de secretários do Mapa, Kátia Abreu fez um painel sobre as principais frentes de trabalho do Mapa e os projetos que estão sendo desenvolvidos:

Gestão
A ministra disse que pretende fazer uma gestão eficiente e que o Mapa será um “ministério sem papel”. “Queremos inverter a lógica de que o poder público tem que ser servido. É o contrário, os produtores é quem vão dizer ao Mapa o que ele tem que fazer”, afirmou.

Defesa Agropecuária
“Defesa agropecuária é prioridade máxima do Mapa”, disse a ministra, que informou aos senadores sobre o lançamento do Planejamento Nacional de Defesa Agropecuária, em abril. “Vamos chamar entidades internacionais porque o Brasil está bem em defesa, mas sempre podemos melhorar e vamos mostrar isso ao mundo”, enfatizou.

Classe média
Kátia Abreu destacou a criação da Secretaria Nacional de Mobilidade Social, que dará apoio à ascensão dos produtores. “Nossa obrigação é garantir uma classe média com renda, independentemente do tamanho da terra”, afirmou.

Lei Agrícola
A ministra reafirmou a necessidade de o Brasil ter uma lei agrícola. “Não podemos viver no improviso. Estamos montando um grupo de excelência de técnicos para construir os pilares do projeto para apresentar aos parlamentares”, disse.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close