Vinho

Conheça as atrações da 2ª Vindima de Altitude em São Joaquim e vinícolas de altitude

Por Carla Pessotto

Circuito cultural itinerante e gratuito acontece nessa semana, em São Joaquim e vinícolas de altitude

Circuito cultural itinerante e gratuito para celebrar a colheita das uvas, a 2ª Vindima de Altitude privilegia, na programação, somente artistas de Santa Catarina, como forma de valorizar a cultura do Estado, que tem entre suas características a diversidade. Haverá música (erudita e instrumental, jazz, choro, MPB, nativista, entre outras), além de dança contemporânea e folclórica, e poesia.

As apresentações acontecem na Praça da Igreja Matriz de São Joaquim, nas vinícolas da cidade e também em vinícolas de Lages, Treze Tílias, Campo Belo do Sul e Água Doce.

A 2ª Vindima de Altitude é uma realização da Associação Catarinense de Vinhos Finos de Altitude (Acavitis) e Ministério da Cultura (por meio da Lei Rouanet) e tem patrocínio da Havan, Souza Cruz, Duas Rodas, Tractebel, Bragagnolo e BRDE. Conta ainda com apoio do Governo do Estado, Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte (SOL), Santur e Sebrae/SC.

SERVIÇO:

O quê: 2ª Vindima de Altitude de Santa Catarina
Quando: 26 a 29 de março de 2015
Onde: São Joaquim e vinícolas de altitude
Quanto: Gratuito. Os eventos nas vinícolas necessitam de reservas, que devem ser feitas na Agência Apino: (48) 3039-1404/contato@apino.com.br
Saiba mais: a programação completa está em www.vindimadealtitude.com.br

CONHEÇA AS ATRAÇÕES: 

Bolshoi

Cia. Jovem Bolshoi Brasil

O espetáculo será o Gala Bolshoi, formado por um conjunto de coreografias diversificadas que fazem parte do repertório da instituição. As apresentações são compostas por dança contemporânea, dança folclórica e trechos de renomados balés de repertório que proporcionam ao público diferentes tipos de sensações e uma mistura de ritmos contagiantes. As coreografias da Gala destacam o principal talento de cada um dos bailarinos.


 Luiz Zago
Luiz Gustavo Zago
Pianista, arranjador e compositor, é natural de Lages e uma das virtuoses musicais catarinense. Entre as principais referências do trabalho estão Tom Jobim, Chico Buarque e Villa-Lobos, os jazzistas Keith Jarret e Bill Evans, e a música de Bach, Brahms e Debussy. Recebeu o prêmio Edino Krieger da Academia Catarinense de Letras e Artes, como “Personalidade musical do ano”, em 2011. Fará apresentação individual e também no Concerto da Vindima, acompanhado de orquestra e dos cantores líricos Glaci Refosco, Kallinka Damiani, Ricardo Castro e
Guilherme Botelho da Silveira.


Jazz Brass Groove Brasil
Atua no cenário catarinense desde 2011 tocando a história do jazz e passando pelos estilos dixieland, ragtime, second line e funk/blues, com repertório inspirado nas “Brass Bands” de New Orleans. É formada por Jean Carlos (trompete e direção musical), Carlos Schmidt (trombone, bombardino e tuba),  Aurélio Martins (trombone), Fábio Mello (saxofone), Braion Jhonny (clarinete e saxofone),  Cristiano Ferreira (guitarra e voz), Rafael Calegari (baixo) e Cristiano Forte (bateria).

Trio Legatto, e Brass Trio e Batuca Jazz Trio

São formações diferenciadas da Brass Groove Brasil e têm a mesma proposta: desenvolver e fazer releituras de um repertório de jazz, choro e música brasileira instrumental. O Legatto é composto por Cristiano Ferreira (guitarra), Cristiano Forte (bateria) e Marco Aurélio (trombone); o  Brass Trio por Fábio Mello (sax tenor/ soprano e Flauta), Pedro Loch (guitarra e violão) e Carlos Shimdt (trombone e bombardino), e o Batuca Jazz Trio por Rafael Calegari (baixo e violão), Braino Jhony ( clarinete, sax alto) e Jean Carlos (trompete).


Jurerê Jazz Project

É formado por músicos independentes de Florianópolis, que se alternam em cada apresentação e que podem ter ainda convidados especiais.Conta com a participação dos músicos Paulo David Garcia (piano), Tie Pereira (contrabaixo), Mauro Borghezan (bateria) e o saxofonista tenor Giann Thomasi. Na 2ª Vindima, o grupo se propõe a resgatar o jazz dos anos 30/60, mais conhecido com swing e be bop, além de clássicos da música brasileira.


Orquestra Sinfônica e Coral de Lages (Osla)

Criada em 2008, atua sob a regência do maestro Joed Jeffer.  Irão apresentar peças clássicas eruditas, contemporâneas e sacras, passando por interpretações de compositores que retratam a cultura da região. Na 2ª Vindima, além da composição completa, também irão se apresentar em formatos diferenciados com duo instrumental e quarteto de sopro, entre outros.


 The-Zorden
The Zorden

Criada em São Joaquim em 1991 e hoje sediada em Blumenau, é formada pelos irmãos Rafael (voz, guitarra e teclado), Eduardo (bateria) e João Paulo Martorano Salvador (voz e baixo), Marcos Annuseck (guitarra e vocal), Sérgio Teixeira (percussão e vocal) e Hélio Heichert (saxofone e flauta transversal). O repertório é formado por clássicos dos Beatles, Rolling Stones e Paralamas do Sucesso, entre outros, além de composições próprias, que estão reunidas em dois CDs, “Em Ordem” e “Mudanças”. Clipes da banda já foram apresentados nos canaisBIS, Multishow e MTV.


MPB para Todos

Surgiu em 2014, quando os músicos Roberto Chaves e Tatiane Cardoso foram convidados para participar a 1ª Vindima de Altitude. Hoje conta com a participação de Leony Nogueira (bateria), Roberto (teclado, violino e vocal) e Tatiane (vocal). No repertório, música popular brasileira, do erudito ao popular.


Banda dos Tiroleses

Foi fundada ainda no navio que trazia os primeiros imigrantes austríacos para Treze Tílias e, desde então, mantém atividades ininterruptas. Conta com 52 músicos e é regida pelo maestro Bernardo Moser. Conhecida por manter e divulgar principalmente a música tirolesa e austríaca, possui no repertório peças conhecidas nacional e internacionalmente.


Grupo de Danças Folclóricas Tanzgruppe Lindental

Fundado em Treze Tílias, em 1995, busca manter as tradições austríacas – o fundador e coreógrafo Valter Felder morou seis anos na Áustria. No repertório, estão: Zillertaler Hochzeitsmarsh, dança da região de Zillertal, do Tirol, muito comum em casamentos;Watschentanz, que significa “dança dos tapas”, com a representação do que acontece quando um rapaz “mexe” com a moça de outro, eHolzhackertanz, a dança do lenhadores ,mostrando a  vida imigrantes austríacos.


Grupo Folclórico Ítalo Brasileiro de Nova Veneza

Fundado em 1991, faz a divulgação das tradições dos imigrantes italianos e mantém cinco categorias (infantil, júnior, sênior, adulto e terceira idade). Na 2ª Vindima irá se apresentar no evento de abertura com a coreografia “Toscana, la Grande Festa”, que simboliza a alegria e a fertilidade da colheita.


Boleadeiras e Dançares
Boleadeiras e Dançares Grupo Barbicacho

Criado em 2004, em Lages, tem a proposta de desenvolver a dança do Sul do país numa visão contemporânea, apresentando balé folclórico.Na temática, estão usos e costumes dos campeiros: expressões, trajes, apetrechos e linguagem. No palco, a dança gaúcha, do ciclo do tropeirismo, latinas e movimentação de boleadeiras, palas e lanças, além de coreografias criadas pelo coreógrafo Mário Arruda.


Marlus Pereira e Gabriel Maculan

Apresentam música nativista, com composições autorais e também de grandes compositores da música crioula. Participaram de festivais como Sapecada da Canção (Lages) e Estância da Canção Gaúcha (São Gabrie/RS), tendo já sido premiados. A dupla participa ainda dos grupos Pátria Sulina e De Canto e Alma.


O Menestrel

Artista que atua com diferentes formas de cultura – teatro, música, cinema, literatura -, Moacir Reis encarna o personagem O Menestrel e dá voz à poesia do catarinense Alcides Buss no espetáculo “O importante é saber compreender”, resultado do CD recital gravado em 2001.


Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close