Política SJ

Dep. João Rodrigues quer caminhoneiros e taxistas armados contra assaltantes

Em São Joaquim Deputado João Rodrigues ganhou até mesmo título de cidadão joaquinense
Em São Joaquim Deputado João Rodrigues ganhou até mesmo título de cidadão joaquinense

Brasília – Com objetivo de proteger os taxistas e caminhoneiros no exercício da profissão, o deputado João Rodrigues (PSD) protocolou na Câmara dos Deputados Projeto de Lei 771/2015 que permite que o profissional destas duas categorias poderá manter a arma registrada no interior de seu veículo para defesa pessoal. O parlamentar lembra que desde que entrou em vigor, em 2003, o Estatuto do Desarmamento trouxe uma nova política de acesso a armas de fogo no Brasil.

“Não é crime ter arma de fogo em casa – desde que seja registrada –, mas andar armado é um direito restrito aos militares e algumas profissões, como a de juiz, mas deve-se considerar que os taxistas e caminhoneiros, além de estarem vulneráveis à violência das grandes cidades, muitas vezes têm que transportar bens e pessoas a localidades ermas, ou seja, distantes de postos policiais e de socorro imediato”, argumentou Rodrigues.

Segundo o deputado, não há estatísticas precisas sobre índices de assaltos a taxistas, mas é de conhecimento público que esses profissionais têm sido vítimas de criminosos diariamente. Quanto aos caminhoneiros, ele relata que foram registrados, no Brasil, 13.685 roubos de cargas em 2013 e 14.257 em 2014, de acordo com o Anuário Brasileiro de Segurança Pública de 2014, o qual compila dados oficiais de fontes governamentais.

Reverter esse quadro, afirma João Rodrigues, é a intenção do Projeto de Lei, o qual, por meio do artigo deixa claro que o veículo automotor conduzido por taxista ou caminhoneiro também é considerado local de trabalho, desde que utilizado no exercício de suas atividades. Com essa alteração, o profissional poderá manter a arma registrada no interior de seu veículo para defesa pessoal, nos termos do caput do artigo 5º da Lei 10.826/03. Para João Rodrigues negar a alteração legislativa é negar aos caminhoneiros e taxistas o direito à segurança pessoal, prejudicando, inclusive, a economia nacional, pois essas modalidades de prestação de serviços são de extrema importância em um país como o Brasil, o qual transporta quase 60% de seus bens pela malha rodoviária, além de possuir precário sistema de transporte coletivo.

ABC Digital

Related Articles

1 thought on “Dep. João Rodrigues quer caminhoneiros e taxistas armados contra assaltantes”

  1. Concordo com ele tem que Liberar o Pórte e Registro aos Profissionais da área,
    Parabéns Deputado por apoiar Nós valeu mesmo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close