Política

Setor Vinícola comemora inclusão no Simples Nacional

A Frente Parlamentar de Defesa e Valorização da Produção Nacional de Uvas, Vinhos, Espumantes e Derivados da Câmara dos Deputados se reuniu para avaliar as ações do ano de 2016 e as perspectivas para o ano que vem. Para o deputado federal Valdir Colatto (PMDB-SC) uma das maiores conquistas foi a inclusão do setor vinícola no regime simplificado, o Simples Nacional. “Isso possibilitará o aumento da visibilidade da produção, o que permitirá o desenvolvimento de políticas públicas para os produtores familiares e incentivará o enoturismo, atividade com grande potencial de geração de emprego e renda”, pontuou Colatto.

Conforme o Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), 90% das vinícolas dos estados do Rio Grande do Sul (RS) e de Santa Catarina (SC) são micro e pequenas empresas, e poderão optar pelo regime simplificado. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), pontam que dos 8,3 mil produtores informais de vinhos verificados em 2013, mais de 1,9 mil têm potencial empreendedor no Brasil. Em Santa Catarina, a estimativa é de que 116 agroindústrias familiares sejam incluídas no regime. Outros benefícios que a medida pode gerar ao vinho brasileiro e aos consumidores são a maior oferta de produtos no mercado, a consolidação de regiões produtoras e a fixação de viticultores no campo com melhores condições de vida.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close