Política

Conheça a trajetória política de Sandro Tarzan

Faleceu aos 52 anos, no Hospital Santa Isabel, em Blumenau-SC, às 7h, o articulador e político joaquinense, Alessandro Sandro Tarzan Silbert Campos da Silva, Sandro Tarzan como era conhecido. Sandro foi vencido por um câncer no fígado, diagnosticado em novembro de 2011. Desde então, vinha realizando tratamentos para combater a doença. No último domingo, 29, foi submetido a um transplante, o qual teve rejeição. Na segunda-feira, 30, a equipe conseguiu outro órgão para realizar um segundo procedimento, porém, devido à debilidade, não resistiu, vindo a falecer no início da manhã.

O Prefeito de São Joaquim, Giovani Nunes, declarou luto oficial de três dias pela morte do político joaquinense e lamenta a perda. “Sandro Tarzan foi um entusiasta, defensor de São Joaquim e da Serra Catarinense. Jovem e com muitos planos para o futuro, infelizmente devido ao problema de saúde nos deixa muito cedo. Porém, não podemos ir contra os desígnios de Deus. Resta- nos externar nossos sentimentos aos familiares”, comenta.

A Secretária da Agência de Desenvolvimento Regional – ADR São Joaquim, Solange Scortegagna Pagani declarou lamentar muito o falecimento do amigo Sandro. “Lamentamos o falecimento do nosso amigo Sandro Tarzan pelo que representou para nossa região. Um grande entusiasta que sempre acreditou no desenvolvimento da Serra Catarinense. Nosso reconhecimento e gratidão pelo seu desempenho na vida pública. Um colega de trabalho, atuando na SC Parcerias, era preocupado com o andamento da obra Caminhos da Neve, na parte do Rio Grande do Sul e através da SC Parcerias estava atuando nesta área. É um momento de dor e nos solidarizamos com toda a família”, salienta Pagani.

O velório acontecerá na Câmara de Vereadores de São Joaquim, porém ainda sem horário para a chegada do corpo. Amanhã, 1º de fevereiro, às 13h30min. será realizada uma sessão solene da Câmara de Vereadores para que sejam prestadas as homenagens e, por volta das 16h, horário ainda a ser confirmado, será celebrada a encomendação na Igreja Matriz, seguindo para o sepultamento no Cemitério Santo Anjo da Guarda, também em São Joaquim.

Trajetória política

Em 1990, Sandro Tarzan, lançou-se candidato a Deputado Estadual pelo PRN, ficando na primeira suplência, obtendo 9.969 votos, assumindo o mandato por dois anos, sendo o deputado mais jovem da 12ª Legislatura.

Em 1994, candidatou-se novamente a Deputado Estadual pelo PPR, obtendo13.293 votos, não se reelegendo. Em 1996 foi candidato a vice-prefeito peloPTB, na chapa de Rogério Pereira como prefeito.

Em 1998, concorreu novamente a Deputado Estadual pelo PTB, obtendo 12.309 votos, recebendo votação histórica em São Joaquim com 7.560 votos.

Nessa legislatura ocupou os cargos de vice-presidente e presidente em exercício da Assembleia Legislativa de Santa Catarina.

Durante sua passagem pela vida pública foi reconhecido pela padronização do calendário escolar, favorecendo o turismo e gerando emprego e renda, além da grande quantidade de projetos que apresentou em prol de todo o Estado.

Também foi uma grande incentivador do movimento tradicionalista.

Entre suas indicações enquanto deputado, podem ser destacadas a iluminação da Serra do Rio do Rastro, inclusão da maçã na merenda escolar, inclusão da batata e maçã no “Programa Equivalência Produto” (Troca-Troca), implantação do “Laboratório de Análises Virológicas de Batata” em São Joaquim, conclusão das obras das rodovias SC-110, que liga Urubici a São Joaquim e SC-370 que liga Painel a Urupema.

Participação na Administração Pública

Natural de São Joaquim é filho do ex-Prefeito Rogério Tarzan Antunes da Silva e de Maria Marita Campos da Silva e pai de Eduardo Tarzan Tasca Campos.

Formado em Direito pela Univali, Campus Biguaçu, ocupou vários cargos na administração pública.

Em 1987 foi assessor parlamentar do Deputado Federal Constituinte, Henrique Córdova. Em 1990 foi Chefe do Escritório em Santa Catarina do Centro Brasileiro para a Infância e Adolescência até 1992, sendo destaque pela melhor administração do país. De 1996 a 1988 chefiou o Gabinete do Ministério da Agricultura em Santa Catarina. Em abril de 2004 foi Diretor de Habitação, na Secretaria de Desenvolvimento Social, Urbano e Meio Ambiente.

Em dezembro de 2004 assumiu como membro titular do Conselho Nacional das Cidades, representando os executivos dos três estados do Sul. De junho de 2012 a abril de 2014 ocupou cargos no Programa COHAB, nas Diretorias Técnica e Administrativa e Financeira. Atualmente, ocupava o cargo de Secretário Executivo de Parcerias Público-Privada – SC PAR, junto ao Governo de Santa Catarina.

Andressa Zanette – DRT 00944JP

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close