Policia Ambiental

Polícia Ambiental busca potencializar o controle populacional e manejo do javali em SC

Estratégias para a região Oeste começam a ser pensadas com a ajuda de parceiros. Uma reunião ocorreu em Concórdia e a próxima deve ser realizada em Chapecó na primeira quinzena de fevereiro.

Os estudos e ações de controle e manejo do javali estão constantemente em avanço. Na Serra Catarinense muitos resultados positivos já foram obtidos. Agora, a Polícia Militar Ambiental busca expandir e potencializar os trabalhos em outras regiões de Santa Catarina.

Há poucos dias, o comando da 1ª Companhia do 2º Batalhão esteve em Concórdia para tratar sobre o assunto com representantes da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e Brasil Safari Clube, entidade de controladores de javali devidamente registrados e regulamentados.

Na primeira quinzena de fevereiro, uma exposição daquilo que foi feito na Serra deve reunir órgãos ambientais, instituições públicas, parceiros e imprensa em Chapecó. O comandante da Polícia Ambiental em Lages, major Adair Pimentel, diz que a ideia é ouvir as demandas, trocar experiências e traçar estratégias para controlar a população e combater o javali.

“Ainda não existem dados oficias que identifiquem as incidências e número de animais naquela região, mas acreditamos, pelas informações preliminares, que a realidade é muito semelhante a da Serra”.

Disseminar a ideia do uso das armadilhas, aumentar o número de autorizações para o abate do javali, tratar da coleta amostras de material laboratorial para pesquisas e falar das atividades de educação ambiental estarão na pauta da reunião.

Texto: Catarinas Comunicação

Foto: Polícia Ambiental

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close