Manchete

Apoio do SC Rural ao Projeto Estruturante do Grupo Boava de São Joaquim garante sustentabilidade da cadeia produtiva da maçã

Os 31 produtores de maçã, integrantes do Grupo Boava, do município de São Joaquim, foram beneficiários do Programa Microbacias 2. Junto ao Programa SC Rural buscaram apoio financeiro para realizar investimentos, visando adequações ambientais e sustentabilidade da atividade.

Em 2016, com apoio do Programa realizaram ampliação de pomares, organização das propriedades, para armazenamento e descarte de resíduos de insumos, bem como à destinação das embalagens vazias, além da necessidade de manutenção da qualidade das maçãs, por meio da proteção dos pomares, contra danos ocasionados por precipitações acompanhadas de granizo com a instalação de telas anti-granizo.

saojoaquimmaça5
Cobertura de pomar de maçãs com tela anti-granizo

 

saojoaquimmaça4
Abastecedor de Pulverizadores com depósito para o armazenamento/descarte de insumos na Produção Integrada da Maçã.

De forma grupal, investimentos na aquisição de 3 caçambas basculantes e 2 pás carregadeiras, que auxiliarão os agricultores na manutenção das estradas internas das propriedades, facilitando o escoamento da produção.

saojoaquimmaça3
Distribuidores de calcário e adubos orgânicos (bem de uso coletivo)

De forma grupal, investimentos na aquisição de 3 caçambas basculantes e 2 pás carregadeiras, que auxiliarão os agricultores na manutenção das estradas internas das propriedades, facilitando o escoamento da produção.

Além dos investimentos financeiros, apoiados com recursos disponibilizados pelo Programa SC Rural, o extensionista rural da Epagri Filipe Souza Oliveira e o Agente Técnico de Assistência Técnica e Extensão Rural, engenheiro agrônomo Marlon Francisco Couto reúnem-se com o grupo periodicamente no salão da comunidade de Boava, visando manter o comprometimento do grupo com as ações idealizadas, bem como a promoção de capacitações em gestão financeira das propriedades, manejo de doenças, raleio químico, descarte correto das embalagens de agrotóxicos, descarte de resíduos e utilização dos equipamentos de proteção individual.

Nos encontros, abordam temas relacionados à condução adequada dos pomares e da propriedade como um todo, utilizando-se do apoio de pesquisadores da Estação Experimental de São Joaquim, além da realização de dias de campo e treinamentos, também em parcerias com o setor privado, com alianças mercadológicas na aquisição, classificação, embalagem e comércio da produção.

Segundo o Secretário Executivo Regional do SC Rural, engenheiro agrônomo da Epagri,Aziz Ab. Hatem, o apoio do Programa visa toda a sustentabilidade das cadeias produtivas, desde o investimento na produção, capacitação dos empreendedores, equilíbrio ambiental, até a viabilidade da comercialização, do negócio e das organizações.

As ações planejadas para o grupo no ano de 2017 incluem o acompanhamento financeiro por meio de planilhas, onde os agricultores poderão, com planilhas simplificadas manter os registros de receitas e despesas na atividade e na propriedade.

O Agrônomo Filipe complementa: “Importante que se dê continuidade nas reuniões visando o esclarecimento das ações necessárias para o monitoramento e erradicação do Cancro Europeu, e procurar articulá-los, para que futuramente se organizem na forma de uma associação ou cooperativa, a fim de agregar valor à produção.” Fontes:filipeoliveira@epagri.sc.gov.br e Marlon@epagri.sc.gov.br

Por Secretaria Executiva Estadual do SC Rural

Related Articles

Deixe uma resposta

Close