A1epagri

Epagri de São Joaquim realizou 1ª Reunião Técnica sobre goiabeira serrana

Neste dia 05 de abril aconteceu na Estação Experimental da Epagri em São Joaquim (EESJ), a 1a Reunião Técnica sobre goiabeira serrana. Estiveram presentes aproximadamente 90 participantes entre técnicos, produtores e estudantes da região serrana de Santa Catarina e do estado do Rio grande do Sul. O evento, que teve apoio do Cetrejo (Centro de Treinamento), do Sindicato Rural de São Joaquim/ Faesc, da Sanjo (Sanjo Cooperativa Agrícola de São Joaquim), Cresol (Cooperativa de Crédito Rural com Interação solidária de São Joaquim) e Funbio (Fundação Brasileira para a Biodiversidade), teve por objetivo principal apresentar resultados de pesquisa desenvolvidos pela EESJ e Instituições parceiras deste evento, como a UFSC e CAV-UDESC, e promover a integração entre interessados pela cultura. Além disso, foram discutidas possíveis ações para avançar no conhecimento sobre o manejo cultural, de maneira a estimular o incremento de áreas cultivadas com esta espécie.

A programação envolveu palestras proferidas pelos pesquisadores da EESJ, os quais destacaram o manejo da cultura (calagem, adubação, controle de pragas e doenças) e os avanços da pesquisa até o momento. Professores da UFSC (Curitibanos e Florianópolis) e CAV (UDESC) apresentaram informações sobre as cultivares disponíveis ao plantio bem como experiência com a cultura em outros países (Nova Zelândia, Colômbia e EUA), destacando também a potencialidade de uso da espécie aqui no Brasil e no mundo. Após as enriquecedoras discussões, os participantes puderam conhecer e degustar os frutos de quatro cultivares, bem como diversos subprodutos a base de goiaba serrana (geleias, tortas, bolos, etc). Por fim, os participantes foram convidados a visitar o campo experimental da Epagri onde são realizados diversos experimentos, na ocasião foram apresentados resultados dos trabalhos de poda e condução.

A goiabeira serrana é fruta nativa da região Sul do Brasil, possui um potencial importante como fonte de renda ao produtor e o conhecimento tecnológico para manejo da cultura já está sendo gerado e precisa ser divulgado.

Em outros países, onde a fruta foi introduzida, já existe comercialização e até exportação dos frutos e de seus subprodutos. Portanto, este é um importante momento para unir forças e conhecimentos, fortalecer parcerias efetivas de trabalho e ampliar a difusão e produção da goiabeira serrana, especialmente nesta região onde seu desenvolvimento é muito propício.

Comissão Organizadora da 1ª Reunião Técnica sobre goiabeira serrana

Palestra Proferidas durante o evento

Visita ao campo experimental da EESJ

Apresentação dos produtos elaborados a base de goiaba serrana

 

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close