Política

Secretário dá sinal verde ao programa de empreendedorismo nas escolas

Era para ser apenas uma audiência de apresentação, mas o secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps, gostou da ideia e deu o primeiro encaminhamento para a proposta de levar o empreendedorismo às escolas públicas de Santa Catarina. O projeto foi apresentado pelo deputado Gabriel Ribeiro (PSD), pelo diretor-executivo da Junior Achievement, Evandro Badin, e pela Associação Comercial e Industrial de Florianópolis.

Durante o encontro, Deschamps determinou que a secretaria avalie a ideia com a possibilidade de implantá-la a partir de 19 escolas (de tempo integral). Também foi debatida a forma de capacitação dos professores, que pode ser presencial ou on-line.

Além de apresentar o empreendedorismo aos estudantes dos níveis fundamental e médio, o programa visa a despertar nos alunos o interesse em permanecer por mais tempo na escola. O principal argumento é que os salários profissionais têm ligação direta com o tempo de estudo.

Num dos exercícios, o estudante é levado a uma decisão difícil: sua família passa por dificuldades financeiras e El e terá que optar entre continuar estudando e antecipar o ingresso no mercado de trabalho. A sequência do jogo mostra que a decisão de ir para o mercado sem concluir os estudos pode resolver um problema imediato, porém provoca uma deficiência maior, que é o salário mais baixo no decorrer dos anos. E são passadas aos estudantes as médias salariais conforme o grau de ensino.

A proposta levada ao secretário da Educação prevê, para o ensino fundamental, uma linha lúdica, para que o estudante aprenda noções do valor das coisas, de trocas entre países, de desenvolvimento sustentável e, claro, das vantagens de permanecer na escola.

Para o ensino médio, o projeto propõe a reflexão dos problemas socioambientais, ver o dinheiro como ativo que deve ser valorizado, ética, e ainda os jovens aprendem a desenvolver aptidões e conhecimentos que lhes permitam se destacar na comunidade.

“É uma boa pedida”, comentou Deschamps. A secretaria irá estudar a proposta e, depois, haverá novos encontros para discutir a forma de parceria entre o Estado e a Junior Achievement.

Por Tarcísio Poglia

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close