Política

Amures representada no Diálogo Municipalista de SC

A secretária executiva da Amures Iraci de Souza e a assessora de Turismo Ana Vieira participaram nesta quarta-feira (30) da abertura do Diálogo Municipalista de Santa Catarina, no auditório do Hotel Golden, em São José. O evento é realizado pela Confederação Nacional de Municípios – CNM, em parceria com a Federação Catarinense de Municípios – Fecam e apoio das associações de municípios.

A presidente da Fecam, Adeliana Dal Pont, demonstrou a satisfação em receber mais uma etapa do Diálogo Municipalista. “Eu estou muito feliz e quero agradecer a presença de todos vocês que estão aqui conosco em mais um Diálogo Municipalista. Esse é um evento para trazer até vocês questões importantes; é uma conversa mesmo”, ressaltou.

O tesoureiro da CNM, Hugo Lembeck representou o presidente da Confederação reforçou o propósito do evento. “Não é uma conversa unilateral. Nós viemos com a nossa equipe de consultores, técnicos para também ouvir aquilo que você tem de dificuldade, especialmente para aqueles que estão iniciando o mandato”.

Lembeck também resgatou o protagonismo da entidade em lutar pelas pautas municipalistas sem nenhum tipo de vínculo com o governo federal. O tesoureiro lembrou os gestores catarinenses da nova sede da entidade, que agora dispõe de uma ampla estrutura para recebê-los.

Movimento unido

O vice-presidente da Confederação, Glademir Aroldi, fez um resumo da história da entidade, passando pela sua idealização até chegar em conquistas importantes, como o aumento do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Ele enfatizou que o movimento municipalista precisa se manter unido, mesmo diante de todas as adversidades. “Sozinhos a gente não vai a lugar nenhum. É muito difícil construir, mudar uma legislação no Congresso Nacional. Os nossos problemas passam pelo Congresso Nacional. E não tem outro caminho a não ser a nossa união”.

Programação

Após a cerimônia de abertura, o Diálogo Municipalista prosseguiu com um conjunto de painéis temáticos. O primeiro mostrou questões-chave para uma boa gestão, por exemplo, as obrigações constitucionais do Município e a importância da organização administrativa.

Por Oneris Lopes

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close