Inspirados em São Joaquim, The Zorden lança 3º CD

Foi daqueles passeios aos domingos na infância na praça Cezário Amarante em São Joaquim que começou a inspiração para o terceiro CD dos joaquinenses do The Zorden. A faixa “Infância” lembra desde o fim da missa até o passeio de bicicleta e o futebol despreocupado. Fala do ‘tempo que lá se vai’, mas que agora ficou eternizado neste CD.

O álbum faz um passeio também por várias influências e estilos – solto, leve e com novos experimentos – tudo dentro de um estilo próprio e inconfundível. Tem ali MPB, rock e pop.

É o melhor CD da banda.

Música universal – mas quem andou pelas ruas de São Joaquim na infância entende ainda melhor!

Agora é aguardar o novo show da rapaziada em breve no local da inspiração.

Confira, acesse o site da banda (Clique aqui) no facebook ou confira nos diversos aplicativos.

 

 

 

Rodovia São Joaquim – Lages com pedágio?

Quem trafegou pela SC-114 entre São Joaquim e Lages na última terça-feira foi parado no posto da polícia rodoviária em Painel e respondeu a uma pesquisa. Perguntas como: com que frequência usa a rodovia; origem e destino e o motivo da viagem. Após o interrogatório, questionei o motivo da pesquisa. E ao que me respondeu: “estudo para a implantação de uma praça de pedágio”.

Resultado de imagem para pedágio estatal santa catarina

Onda de assaltos se intensifica em São Joaquim

Hoje foi a merenda das crianças na escola João Paulo de Carvalho na Localidade de Luizinho. Foi roubada durante o feriado. Também foi depredada e todos os objetos de valor levados.

No centro da cidade, uma loja de informática teve todos os produtos levados pelos bandidos.

Povo com medo de sair às ruas de noite. Tá uma espécie de toque de recolher. Assaltos e muitos roubos constantes na cidade e no interior.

Sítios, chácaras, galpões, casas populares. Tudo!

São tiros, assalto a mão armada, saidinha, casas assaltadas, produtos de pomar, roubo de gado, caça de animais silvestres. Tudo!

Na semana passada, em uma reunião aberta, convocada por entidades e divulgada por emissoras de rádio, levaram os problemas para a sede da ADR em São Joaquim. Da reunião sequer saiu um ofício com pedido de mais segurança para a Secretaria de Segurança Pública (SSP) ou outras instâncias – morreu ali. E ainda parte da imprensa foi impedida de participar da reunião.

O comandante da Polícia Militar de São Joaquim, Tenente Marlos Pereira, explicou aos presentes a dificuldade em atender todos os casos. “O efetivo da polícia militar para São Joaquim que também atende Bom Jardim da Serra é de 16 policiais, que se revezam em turnos de três ou quatro policiais – amanhã será só três, já que um sai de férias”, explicou ele, além de outras dificuldades da polícia em agilizar os atendimentos. “Muitas vezes estamos em uma ocorrência e somos chamados para outra, não dá tempo de chegar”, comentou ele. “Estamos fazendo milagre com o efetivo que temos”, explicou.

Com os presentes na reunião, ficou o acordo da criação de alternativas para agilizar o aviso de ocorrência para a polícia.

A polícia tem feito seguidamente operações ostensivas também com o apoio do comando de Lages, através de um pelotão que se reveza em toda a Serra Catarinense para cercar suspeitos. (leia a matéria no link abaixo). Caso ali ocorreu ano passado, mas a luta tá difícil com poucos policiais…(Clique aqui)

A Organização das Nações Unidas (ONU) aconselha que haja um policial militar para cada 250 habitantes e Santa Catarina desrespeita a recomendação sobre efetivo nas ruas.

Por aqui, entidades já discutem um pedido de apoio e mais policiais diretamente a outras instâncias.

operação policia militar (3)

Ataque aos agricultores familiares!

Em São Joaquim cerca de 80% da economia é gerada no campo
Em São Joaquim cerca de 80% da economia é gerada no campo

Em seis meses, o governo golpista de Michel Temer já mostrou seu total desrespeito com a Agricultura Familiar. Extinguiu o Ministério do Desenvolvimento Agrário, cancelou a Chamada Pública que iria disponibilizar R$ 208 milhões para contratação de assistência técnica (50 cooperativas e associações de produtores catarinenses estavam selecionadas e perderam R$ 10,6 milhões.

Além disso, o governo extinguiu a Secretaria Especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário, que respondia pela execução do Programa de Aquisição de Alimentos – PAA, tirando R$ 160 milhões do programa. (Ilton Carvalho)

1º Concurso de queijo serrano em São Joaquim

Concurso de degustação do tradicional queijo serrano acontece esta semana em São Joaquim. Para 90% dos produtores de queijo da região, o queijo é uma grande fonte de renda da agricultura familiar.
Com denominação de origem, o queijo serrano, têm potencial para transformar a economia de São Joaquim e toda região, por meio da geração de emprego e renda. É um queijo produzido há gerações na Agricultora Familiar.queijo-concurso

propostas prefeitos

O próximo prefeito de São Joaquim, seja ele reeleito ou o novo, esperasse perseguir, ou continuar na luta para melhorar os índices do IDH como saúde, educação e saneamento.

A cidade melhorou, não se tem dúvidas – salta aos olhos a repaginação do centro da cidade e acessos. Mas viemos de um passado, de décadas, com desenvolvimento aquém do esperado. A economia antes era baseada somente na extração de araucária e pecuária.

Como resultado disso, São Joaquim teve o pior IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) entre as cinco cidades abaixo consultadas na Serra Catarinense, comparando-se a última pesquisa, de 1991 para 2013, caiu para a lanterna. Mas está entre o nível médio de IDH no Brasil.

A classificação do IDHM geral do Brasil mudou de “muito baixo” (0,493), em 1991 para “alto desenvolvimento humano” (0,727), em 2010. Em 2000, o IDHM geral do Brasil era 0,612, considerado “médio”.

Santa Catarina
São Joaquim    1991 – 0,491                 2013 0,687
Bom Jardim da Serra   1991 0,395       2013 0,696
Urubici 1991 0,483                                 2013 0,694
Urupema 1991 0,462                             2013 0,699
Lages 1991 0,551                                     2013 0,770
Eficiência
Hoje a o Jornal Folha de S. Paulo divulgou um estudo inédito sobre a eficiência dos municípios. São Joaquim está em 3.173 lugar entre as 5.569 cidades.
Confira o ranking da Folha de S. Paulo  (Clique aqui)
eficiência sj

Vereadores de São Joaquim aprovam aumento de orçamento para R$ 1,35 milhão

A Câmara de Vereadores de São Joaquim votou e aprovou em primeira votação, na tarde desta última segunda-feira (31), uma emenda modificativa de autoria dos vereadores Maurício Yamashiro – vice-prefeito eleito, Olavo Costa e Agenor Valim ao orçamento de 2017, concedendo um aumento orçamentário para a própria Câmara de São Joaquim 1.350,000,00 (Um milhão e trezentos e cinquenta mil reais) que acresceu de 1.246,000,00 chegando agora à casa de o mais alto valor já repassado para uma Câmara de Vereadores na História de São Joaquim.

Os vereadores alegaram o aumento orçamentário como uma medida para manter os gastos do legislativo durante o ano.

Para poder injetar esse aumento a Câmara precisou mexer no orçamento da própria prefeitura retirando do programa São Joaquim melhor a parcela necessária para tal ação dentro da Câmara.

Se calcularmos o valor 1.350,000,00 e dividirmos o gasto pelo números de cadeiras (9) teremos um “investimento” de R$ 150.000,00 (Cento e cinquenta mil reais) por cada vereador em 2017. O maior investimento já feito para o poder legislativo em São Joaquim.

O projeto segue agora para a segunda votação dentro do plenário da câmara na próxima segunda- feira.

Veradores de São Joaquim aprovam aumento para R$ 1,35 milhão

A Câmara de Vereadores de São Joaquim votou e aprovou em primeira votação, na tarde desta última segunda-feira (31), uma emenda modificativa de autoria dos vereadores Maurício Yamashiro – vice-prefeito eleito, Olavo Costa e Agenor Valim ao orçamento de 2017, concedendo um aumento orçamentário para a própria Câmara de São Joaquim que acresceu de 1.246,000,00 chegando agora à casa de 1.350,000,00 (Um milhão e trezentos e cinquenta mil reais) o mais alto valor já repassado para uma Câmara de Vereadores na História de São Joaquim.

Os vereadores alegaram o aumento orçamentário como uma medida para manter os gastos do legislativo durante o ano.

Para poder injetar esse aumento a Câmara precisou mexer no orçamento da própria prefeitura retirando do programa São Joaquim melhor a parcela necessária para tal ação dentro da Câmara.

Se calcularmos o valor 1.350,000,00 e dividirmos o gasto pelo números de cadeiras (9) teremos um “investimento” de R$ 150.000,00 (Cento e cinquenta mil reais) por cada vereador em 2017. O maior investimento já feito para o poder legislativo em São Joaquim.

O projeto segue agora para a segunda votação dentro do plenário da câmara na próxima segunda- feira.(Com informações do São Joaquim on line)
sdsd

camara-vereadores-sao-joaquim-243