Maior nevada de S.J. aconteceu em 1957

O céu estava escuro. O frio era insuportável. A neve começou perto das dez horas da manhã e se estendeu até às 18h sem parar. Foram sete horas ininterruptas de neve intensa. Anoiteceu. O espetáculo estava concluído na manhã do dia seguinte: tudo branco! Começou assim o amanhecer do dia 20 de julho de 1957.

No dia 21 o que era beleza virou preocupação. Galhos de pinheiros desabavam a todo momento fazendo um barulho estrondoso que vinha da mata. No centro de São Joaquim os habitantes começavam a perceber que estavam isolados com mais de um metro de neve acumulado por toda parte. Não podiam se deslocar para qualquer lugar.

 Muitos telhados de casas começavam a rangir, não suportaram o peso no telhado e tudo foi abaixo, mas ninguém se feriu. A cidade ficou coberta por sete dias. No terceiro as forças armadas já lançavam dos aviões de guerra suprimentos e medicamentos próximo ao hospital, onde hoje está o novo Colégio São José. Muitos tentavam retornar do interior do município para o centro da cidade em busca de recursos. Em vão, ficaram dias escavando na neve abrindo trilhas para que o jipe seguisse.

O cenário depois que a neve derreteu era inacreditável. Milhares de pássaros mortos pelo caminho; também bois, cavalos e ovelhas. Somente outra neve teve a dimensão daquela de 1957, foi em 1912. O então deputado estadual de São Joaquim, Enedino Batista Ribeiro, em seu livro de memórias, relata o mesmo impacto que a neve causou na

cidade. A beleza e depois o pavor de ver tudo desabando em sua fazenda na localidade de São João de Pelotas, interior de São Joaquim.Fonte: www.saojoaquimdefato.com.br

.

Padre Blévio tenta retornar do interior para o centro de S.J.
Seu Waltrick no centro de São Joaquim

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>