Arte-Sensibilidade,talento e perfeição. É inevitável o encantamento com cada obra de Fabiano Millani

Magnífico! Perfeito! Sublime! Nunca tinha visto nada parecido com esse trabalho! É inevitável o encantamento com cada obra. Um artista que inspira outros a serem cada vez melhores. Millani é um profissional excelente que Trabalha com a alma e o coração isto é visível ao se olhar para suas obras, sente-se,sentimento .

Fabiano Millani  é um jovem artista brasileiro nascido na cidade de São Paulo em 27 de Junho de 1981. Sua carreira começou com 17 anos na cidade de Santo Ângelo, Rio Grande do Sul, pra onde se mudou e reside até o momento. É um dos artistas que ganhou grande visibilidade nos últimos tempos, por ser tão jovem e tão talentoso com um nível de realismo impressionante.  Confira algumas obras e a entrevista que coluna DellaRosa fez com este artista fenomenal .

 

Fale um pouco sobre sua vida, como você começou a pintar e o que a pintura significa para você: Não consigo dizer quando iniciei a pintar, foi tão natural que isso foi tomando conta do meu dia-a-dia. Mais errando do que acertando, mas sempre apaixonado pelo que estava produzindo. Nunca fui muito de admirar o pronto, mas sempre encantado com o pintar em si. Sinto uma energia muito boa enquanto pinto, uma paz que em poucos momentos encontro em outros afazeres.

 

Quais são seus trabalhos mais significativos para você: Até o momento, os trabalhos mais significativos para mim, são as pinturas que fiz dos meus pais

 

Como você vê a arte no Brasil e no mundo hoje: Acredito que evoluímos muito, e que estamos muito próximo do que vimos mundo afora. Hoje com acesso fácil a grandes pintores da atualidade, temos evoluído muito. Com certeza a arte não é muito valorizada aqui no Brasil, mas por culpa nossa mesmo. Um bom exemplo disso são as Bienais com grande espaço e com pouca arte de verdade.

 

De que forma a pintura e a fotografia exercem influências no seu trabalho cotidiano: Hiper-realismo tem como objetivo parecer o máximo possível com a fotografia a ser retratada. Coisa que nunca vai acontecer, pois sempre fica cheia de erros. E quanto mais sabemos pintar, mais erros vemos.

 

O que falta atualmente para incentivar mais o gosto dos jovens pelas artes: Boas artes, professores artistas nas escolas. Gente fazendo arte e deixar um pouco de lado as histórias dos artistas. Se for para estudar os consagrados que seja pela pintura deles e não pelo que tomaram no café da manhã ou porque cortou a orelha. Estudar as cores, entendendo elas.

 

Que conselho você daria a um jovem aspirante a artista plástico? Produzir muito, trabalhar todos os dias. Largar um pouco ser o tal “espião” e trabalhar de verdade em seus objetivos. Um boa arte se divulga praticamente sozinha. Se não for se esforçar de verdade, então já larga de mão essa profissão, que não vai dar certo.

 

Desenho feito com giz pastel

 

Águia Viuda (Pintura à óleo sobre tela
Sobre a vida como você à vê? Correr atrás dos seus sonhos, mesmo que eles mudem todos os dias.

 

Atrás da perfeição foi que você atravessou fronteiras e encontrou novos movimentos artísticos. Além dos desenhos realistas, conheceu o surrealismo e encontrou uma nova paixão, as tintas, fala um pouco sobre.: Amo toda a arte bem feita, do abstrato ao hiper-realismo. Tento não me prender a um único estilo, pois preciso ser sincero comigo e tudo cansa um pouco, e para isso preciso de caminhos opostos frequentemente, para não enlouquecer.

 

Por quais aspectos da sua vida você se sente mais agradecido: Pela oportunidade de hoje estar trabalhando com o que mais amo. A arte.

 

Fale sobre uma batalha interna que já enfrentou: Viver da arte. No início foi tudo muito difícil. Praticamente todos me falavam que não dá pra viver da arte. Tentei várias vezes e realmente foi difícil. Só deu certo porque fui muito cabeça dura e tive bons amigos.

 

Desenho feito com giz pastel seco

 

Desenho feito a lápis

 

Desenho feito com lápis
Desenho feito com lápis crayon

 

Qual sua lembrança mais valiosa: Que os fracos não tem vez. Se quer espaço, te prepara para guerra
“Um copo” – desenho feito a lápis 8b sobre papel A3

 

 

 

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.