in

Teco Martins num som envolvente, de poesias acústicas e uma vibe de amor e música, transformaram o Parque Jonas Ramos, o Tanque ontem em lages

O cantor e compositor Teco Martins se apresentou em lages ontem, o show faz parte da tour de lançamento do álbum “Solar”, o primeiro trabalho solo do artista que fazia parte de uma banda de rock.

Proporcionou um som envolvente, de poesias acústicas e uma vibe de amor e música, transformaram o Parque Jonas Ramos, o Tanque, em um ambiente único e  mesmo com o friosinho na noite lageana, o calor humano aqueceu o clima com um publico de crianças, jovens e adultos encantados com suas melodias e seu jeito especial de ser uma pessoa simples, humilde com personalidade que faz bem a quem esta por perto, sente-se uma energia maravilhosa, o publico conferiu uma apresentação mais intimista, apenas com voz e violão, característica do show de rua.

Em paralelo, o músico viaja em turnê pelo Brasil desde 2009 no formato voz e violão. O giro já conta com mais de 800 shows de arte de rua, realizados em praças de todas as regiões do Brasil. Em março deste ano lançou de forma independente seu primeiro disco solo, chamado “Solar”.

Conheça  outros trabalhos que o músico fez nos últimos anos. No início da carreira, ele conduziu multidões através dos sons catárticos do Rancore, e depois abriu o coração para compartilhar canções e experiências com o belíssimo Sala Espacial.

Agora, porém, a fase é nova: Teco lançou o seu primeiro disco solo.

Solar

O álbum explora lados bem diferentes dos seus campos de atuação: gravado entre outubro de 2017 e fevereiro de 2018, sua primeira metade nasceu na calmaria da primavera de Indaiatuba, interior de São Paulo, e a segunda veio a partir de gravações no inverno rigoroso de Berlin, na Alemanha.

A sonoridade traz diversos sons brasileiros aliados a experimentos com sintetizadores, microfonias e frequências que “harmonizam os átomos, elétrons e prótons”, como podemos ouvir na letra de “Células”, a primeira faixa.

Segundo o próprio autor, Solar é um resumo da sua carreira iniciada em 2001 com o Rancore, passando pelo Sala Espacial mais recentemente e pela produção e lançamento do álbum do Céu Luz Ametista, gravado com músicas utilizadas em rituais xamânicos.

 Sinta através deste vídeo como foi a energia do show dele ontem em lages no Taque  

 

O artista rodou esse Brasilzão algumas vezes tocando suas canções em shows intimistas pertinho do público, mas agora tudo estará devidamente gravado para a eternidade. ( foto Caique Pereira)

 

Ouça primeiro single do disco “Solar”

 

 

música solo bucólica; “Amoreiras-Ipê”

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Saretta homenageia agricultura familiar de São Joaquim e Bom Jardim da Serra com Comenda do Legislativo

Pai é condenado a 57 anos de prisão por estuprar e engravidar filha adolescente