in

Violência Emocional: Assédio psicológico no trabalho e suas implicações na vida da vítima

Violência emocional através de assédio ao psicológico da pessoa nos seus ambientes de trabalho, as vítimas de mobbing, sofrem uma violência psicológica injustificada através de atos negativos e hostis, dentro ou fora do trabalho, é isto acontece muito, longe de ser um modismo, é, acima de tudo, uma perversidade direcionada contra um indivíduo praticada por um ofensor (assediador) ou grupo de pessoas (mobizantes) com o intuito de destruí-lo psicologicamente até que o assediado (ofendido) perca sua total identidade como pessoa se sinta um fracasso de ser humano, Chamado, também, de Terrorismo Psicológico, o Assédio Moral no Trabalho é definido como “qualquer conduta abusiva (gesto, palavra, comportamento, atitude.) que atente, por sua repetição ou sistematização, contra a dignidade ou integridade psíquica ou física de uma pessoa, ameaçando seu emprego ou degradando o clima de trabalho”.

Imagem demonstrativa da internet

“Nunca seja maltratado em silêncio. Nunca se permita ser uma vítima. Não aceite que ninguém defina a sua vida, defina-a você mesmo”.
-Tim Fields-

O mobbing ou assédio psicológico no trabalho, pode ser praticado pelos próprios colegas (“assédio horizontal”, entre iguais), pelos subalternos (sentido vertical ascendente) ou pelos superiores (sentido vertical descendente), também chamados de chefes.

Imagem demonstrativa da Internet

A caminhada de um campeão é marcada por humilhações, em sua trajetória você irá se deparar com situações deprimente, o segredo é não desistir de caminhar, buscar forças na fonte para lutar, coragem para não desistir, fazendo assim a base até que alcance estrutura para o sucesso.(Campeão Forças Humilhar Coragem Desistir)

A vítima de assédio no local de trabalho chega a acreditar que é realmente um péssimo funcionário e até mesmo que é uma pessoa ruim. Os ataques de mobbing não se restringem somente ao desempenho do trabalho, eles ocorrem também na esfera pessoal, atacando acima de tudo a autoestima da pessoa.

Imagens da Internet

Dessa forma, um trabalhador inicialmente brilhante pode se transformar em uma sombra do que era. Ele acredita que não sabe fazer nada, que tudo que faz está errado e que é realmente um desastre, dando razão a quem o acusou, e isso afeta o seu desempenho.

Imagem demonstrativa fonte internet

Portanto, ele começa a ter um péssimo conceito de si mesmo como funcionário, o que causa novas acusações que o paralisam e provocam danos psicológicos a médio ou longo prazo.

O objetivo habitual do assédio no local de trabalho é destruir o desempenho do trabalhador para induzir ou facilitar a sua saída, abandono ou a demissão da empresa.

Conheça algumas das estratégias e modalidades de assédio no local de trabalho para que possamos entender o que é Abuso ou  assédio psicológico no trabalho:

  • Gritar, oprimir ou insultar a vítima quando ela estiver sozinha ou na presença de outras pessoas.
  • Atribuir metas ou projetos com prazos que são inatingíveis ou impossíveis de cumprir, tarefas que necessitam de mais tempo.
Imagem demonstrativa fonte internet
  • Subestimar ou não valorizar o esforço feito pela vítima, recusando-se a avaliar periodicamente o seu trabalho.
  • Ameaçar ou coagir a vítima.
  • Ridiculizar o seu trabalho, as suas ideias ou os resultados obtidos diante dos outros trabalhadores.
  • Modificar sem comunicar ao trabalhador as atribuições ou as responsabilidades do seu posto de trabalho.
Imagem da internet
  • Tratar de forma diferente ou discriminatória, usando medidas exclusivas contra ele, com o objetivo de estigmatizá-lo diante dos outros colegas ou chefes, excluí-lo, discriminá-lo, tratar o seu caso de forma diferente.
  • Ignorá-lo ou excluí-lo, falando apenas com a terceira pessoa presente, fingindo que ele não existe no escritório ou nas reuniões das quais participa.
    Reter informações cruciais para o seu trabalho ou manipulá-lo para enganá-lo no desempenho do seu trabalho para depois acusá-lo de negligência ou má conduta profissional.
  • Difamar a vítima espalhando rumores maliciosos ou caluniosos que prejudicam a sua reputação, a sua imagem ou profissionalismo.

Quase sempre o objetivo habitual do assédio no local de trabalho é: destruir o desempenho do trabalhador para induzir ou facilitar a sua saída, abandono ou a demissão da empresa.

“Quando as pessoas o machucam repetidas vezes, pense nelas como uma lixa. Elas podem arranhá-lo ou machucá-lo um pouco, mas no final você acaba sendo polido e elas acabam sendo inúteis “.
-Cris Colfer-

A vítima geralmente é invejada pela aceitação ou apreciação que ela desperta entre os seus colegas, subordinados, patrões, pacientes ou clientes, pela sua competência, pelas avaliações positivas ou felicitações recebidas pelo seu trabalho.

Quando o trabalhador não se deixar manipular pelos outros, o assédio no trabalho também pode ser desencadeado ou porque não ocupa uma posição de destaque na empresa.Ou em o objetivo de afastar os adversários irredutíveis que não aceitam ser manipulados ou comprados e ameaçam o seu cargo. Outras vezes, o trabalhador é assediado por ter uma boa situação pessoal ou familiar que provoca inveja nos demais. E quando a vítima é uma mulher, o processo de assédio pode ser desencadeado, em alguns casos, porque ela não se intimida com as insinuações sexuais.

Muitos homens devem a grandeza da sua vida aos obstáculos que tiveram que vencer.

C. H. Spurgeon

Não pode deixar de ser considerado o fato da pessoa “ser diferente” pode ser a causa do mobbing. Alguns trabalhadores apresentam algumas características que os diferenciam dos demais: são diferentes na idade, na qualificação, na experiência de trabalho, nos hábitos, orientação sexual, falam vários idiomas…

Imagem fonte internet

As consequências psicológicas do assédio no local de trabalho
Vários estudos experimentais confirmaram a associação entre o assédio no local de trabalho e os sintomas do transtorno de estresse pós-traumático. como a evitação, a repetição da vivência e o aumento da agitação emocional.

Os sintomas de agitação fisiológica experimentados pelos funcionários que sofrem de mobbing durante as horas de trabalho são: taquicardia, sudorese, tensão muscular, insônia, hipervigilância, explosões de raiva, irritabilidade e dificuldade de concentração.

Não pense que seu melhor colega de trabalho vai confirmar aquele fato de o chefe ter lhe humilhado na frente dele e na sua frente. A tendência é, por medo, para não ser a próxima vítima, ele se calar ou negar o fato para não se comprometer, ou mesmo, se for seu “amigo da onça”, ser mais um que vai dizer que você é problemático e vê coisas que a maioria não vê.

A violência psicológica uma situação muito preocupante. Esperamos ter esclarecido um pouco sobre este assunto que afeta a vida de muitas pessoas, queremos ressaltar que todos nós precisamos estar atentos para prevenir ou implementar as medidas necessárias para acabar com esta prática.

                                 Como Impor-se diante de insultos no trabalho 

A maior conquista que podemos alcançar em nosso trabalho, e vencer obstáculos, sem fazer dos colegas as barreiras a serem derrubadas. Dignidade é fundamental, Humilde é essencial.

Souza, Alicio

Fonte: Andro Cunha, adv,  Revista mente Maravilhosa, com informações extraídas do site TST .

Por: Sandra Rosa

 

 

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

PREVISÃO DO TEMPO PARA OS DIAS 22 A 24 DE MARÇO DE 2019.

Amanhecer gelado em São Joaquim na Serra Catarinense