Entenda a paixão da Joaquinense Geovanna, por seu carro rebaixado

Geovanna se apaixonou por carros rebaixados e hoje incentiva mais mulheres a adotarem as modificações que desejarem. Sabe aquela sensação de olhar para algo e, do nada, se apaixonar? Foi o que aconteceu com Geovanna, nascida em São Joaquim, no Interior SC. Ela via os rapazes da cidade dirigirem carros rebaixados e achava simplesmente lindos – os carros! “Eu falava para mim mesma, baixinho, que ainda teria o meu um dia”, ela conta.

Desde pequena a jovem Geovanna Pereira de Souza, sempre gostou de carros, mas se tornou um sonho quando seu primo comprou uma saveiro com suspensão a ar, a uns 5 anos atrás, se apaixonou. Até que apareceu a oportunidade de comprar o seu primeiro carro! Geovanna, que tem 20 anos, sempre quis ter um celta ou um gol, e apareceu o que eu tenho hoje, se interessou muito pela praticidade da suspensão a ar, por ser todo legalizado iluminação, roda, a suspensão e a frente remodelada, foi amor a primeira vista, relata toda empolgada.
Hoje em dia, tudo é mais fácil se você gosta de verdade, mais tem que colocar a mão na massa! Pra mim o único preconceito ainda e o machismo, já cheguei a escutar de um homem “como assim uma mulher tem um carro mais baixo que o meu, isso não é possível!” “Quando vi esse carro, achei que era de um homem” e até o preconceito das pessoas mais velhas, esse sempre tem né, Sim! mais graças a Deus está aumentando cada vez mais essa paixão, e cada mudança foi conquistada com muita batalha,  relata Geovanna.
No meu caso, alem do prazer de ver o carro mais baixo, logico que tem também a estética, estabilidade. Mas creio que andar com o carro baixo, e mais que uma paixão que e difícil explicar.

Veja algumas dicas da jovem sobre carros rebaixados 

Acha muita diferença quando dirige um carro normal:
Geovanna: Dirigindo o meu carro e dirigindo carros originais eu vejo uma boa diferença, isso se ele estiver com pneus bons e com balanceamento, já que não se faz geometria na maioria dos carros baixos.
E sobre os gastos:
Geovanna: Bom os gastos são um pouco altos, prefiro falar que e investimento, você precisa fazer o mínimo de preparo não e só tirar as molas da suspensão original que e o que a maioria faz, ai se incomoda mesmo! Rebaixar um carro mexe totalmente na estrutura dele, vem de fábrica pra andar totalmente diferente ai cabe a pessoa modifica-lo novamente pra andar baixo sem incomodo!
Os acontecimentos mais comuns são quebrar homocinéticas, quebrar suporte da caixa de marcha furar o cárter e o tanque. Quando você quer rebaixar um carro você conversa com o seu montador de confiança ai ele já monta a suspensão desejada seja ela fixa, ar, rosca ou mista, faz o trabalho de alevantamento de motor, longarinas, agregado que além de chegar numa altura bem boa não se incomoda, e muito importante ter pelo menos uma proteção pro cárter, se já couber no orçamento chapear e erguer a caixa de marcha, chapear o motor e o tanque. Ai é só alegria! Haha..
Bom sobre a parte de manutenção:
Geovanna: Assim como um carro original precisa de cuidados, eu acho que ao meu ver carros com suspensão fixa e rosca tem que ser revisados a cada 6 meses, ou pelo menos uma vez por ano, estes tem mais ou menos os gastos de uma suspensão comum, já a suspensão a ar exige um cuidado maior, eu faço a minha manutenção de 4 em 4 meses, faço a limpeza do bloco de válvulas, reviso o cilindro, bolsas e mangueiras se não ha nenhum furo, filtro de água, fico atenta a qualquer tipo de vazamento, pra não ter nenhum tipo de problema! Esse tipo de revisão custa em média de 150,00 a 200,00 depende de onde levar! Bom depois de tudo isso não da pra esquecer de legalizar tudo o que faz, se não o incomodo com a polícia e grande.. Ahh pra mais conforto andando baixo o ideal e colocar ponta de eixo, da muito conforto e consegue baixar bem o carro também.
Quais os desafios para manter esta paixão:
Geovanna: Bom assim como todo estilo, de longe esse não agrada a todos, principalmente as pessoas mais conservadoras odeiam esse tipo de modificação, acham ridículo o fato de andar com o carro arrastando, dizem que acaba com a estrutura do carro, inclusive muitas seguradoras não fazem seguro pra carro baixo. Mais as críticas vem dos jovens também, inclusive de gente que também gosta, como diz o ditado nunca vamos conseguir agradar o todos, mais o importante e não ligar pra isso e nunca desistir dos seus sonhos, cada um sabe o que passa pra chegar aonde chega, e se ligar para a opinião dos outros nunca teremos nada na vida!

Estilo de carro feminino? É como cada mulher quiser!

Por Sandra Rosa

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.