Ayrton Senna – 26 anos se passou mas suas vitórias são eternas

A morte de Ayrton Senna não foi apenas o dia mais sombrio da Fórmula 1, mas causou uma onda de choque ao redor do mundo.

E hoje, exatamente 26 anos desde o acidente de 310 km/h que o matou, o homem no qual morreu é relembrado no mundo todo.

 

A lenda brasileira, e sem dúvida o maior piloto de F1 da história, perdeu a vida no Grande Prêmio de San Marino de 1994 quando, na sexta volta, seu carro da Williams bateu em um muro de concreto na pista de Imola.

O brasileiro, triplo campeão do mundo, tinha 34 anos quando morreu após cair no Grande Prêmio de San Marino, no circuito italiano de Imola.

Todo esporte tem dias que o definem e 1º de maio de 1994 é impregnado na alma da Fórmula 1 – um domingo sombrio em um fim de semana que ficará para sempre envolto em tristeza.

Michael Schumacher e Lewis Hamilton – os pilotos mais bem-sucedidos do esporte – foram levados às lágrimas por superar marcos da reverenciada carreira do brasileiro.


Campeão

“Deus tem a mão na Fórmula 1 há muito tempo. Neste fim de semana, ele a levou”, comentou o falecido tricampeão Niki Lauda.

O funeral trouxe mais de um milhão de pessoas, e talvez três vezes isso, para as ruas de seu local de nascimento. Eles ainda o lamentam.

“Ele foi o piloto que me inspirou quando criança e ainda é um herói hoje e sempre será”, disse o seis vezes campeão mundial Lewis Hamilton no ano passado.

Os fãs também se lembram do austríaco Roland Ratzenberger, que morreu no dia anterior na qualificação e se tornou o primeiro piloto a morrer na Fórmula 1 por quase 12 anos.

“Ayrton estava fora de si. Ele nunca esteve perto da morte em um circuito antes… Tantos acidentes nos últimos 12 anos, tantos ferimentos graves, mas ninguém perdeu irrevogavelmente”, lembrou o falecido delegado médico da Fórmula 1 Sid Watkins.

Saudade que marcou toda uma geração no mundo todo e milhões de pessoas vão sentir o mesmo hoje.

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.