Suspenso decreto que aplicava multa por desperdício de água em São Joaquim

A Prefeitura de São Joaquim suspendeu, na tarde desta última sexta (03), os efeitos do Decreto 174/2020 (de 30 de Abril) que previa vedações e medidas contra o consumo desnecessário e exagerado de água tratada como a aplicação de multas a quem fosse flagrado em situação de desperdício.

A multa estava estipulada no valor de R$169,00 que se duplicaria em caso de reincidência. Na época, o município sofria em demasia com a estiagem, sendo obrigado a efetuar a tranposição das águas do Rio Lavatudo (a cerca de 25km) em caminhões pipa para abastecer o município no enfrentamento da maior estiagem desde anos 1960.

Porém, com algumas chuvas que ocorreram na região, nas últimas semanas, fizeram com que o volume da captação de água fluísse de forma mais segura, inclusive, passando momentaneamente por cima da barragem.

Agora com um considerável volume de água, na estação de captação que abastece a cidade, o Poder Executivo tomou a decisão de revogar o decreto que aplicava multas pelo desperdício e voltar ao “ritmo normal” o consumo de água diante da necessidade provisória dos cidadãos joaquinenses em usar os recursos hídricos para a higienização de automóveis, limpeza de casas e calçadas e também para recuperação da ordem pública no município de São Joaquim.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.