Arábia Saudita suspende vendas de carne de aves oriundas de companhias do Brasil

Imagem: Shutterstock

A Arábia Saudita, segunda maior compradora de carne de frango do Brasil, suspendeu as exportações da proteína de 11 unidades brasileiras, das quais sete pertencentes ao grupo JBS, em um momento no qual o país árabe busca a ampliação da produção interna para se abastecer.

O governo brasileiro recebeu a informação “com surpresa e consternação” e pretende levar o caso à OMC (Organização Mundial do Comércio) caso se comprove a imposição de barreira indevida, conforme nota conjunta dos ministérios da Agricultura e Relações Exteriores.

O comunicado ressalta que a decisão apenas constou na nova lista da SFDA (Saudi Food and Drug Authority), autoridade sanitária do governo saudita, sobre as plantas do Brasil autorizadas a exportar para o país, sem maiores detalhes. A medida entra em vigor a partir do dia 23.

“Não houve contato prévio das autoridades sauditas, tampouco apresentação de motivações ou justificativas que embasem as suspensões”, disse o comunicado, citando que, até o momento, apenas o Brasil foi objeto de atualização da lista de exportadores de carne de aves.

O documento da SFDA, disponível em seu site e visto pela Reuters, indica que duas das unidades suspensas são da JBS Aves, localizadas em Passo Fundo (RS) e Montenegro (RS). Outras cinco são da Seara – em Brasília (DF), Campo Mourão (PR), Amparo (SP), Ipumirim (SC) e Caxias do Sul (RS). Com isso, o grupo JBS fica fora deste mercado no segmento de aves.

Em nota, a companhia disse que já procurou a autoridade sanitária saudita para dialogar e entender as motivações para o bloqueio dos embarques da proteína.

“A produção antes destinada à Arábia Saudita já foi redirecionada para outros mercados”, afirmou a empresa, que é uma das maiores processadoras de carnes do mundo.

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) afirmou em nota que está apoiando o governo brasileiro na busca por mais detalhes sobre a “surpreendente decisão unilateral” tomada pelas autoridades sauditas, com a suspensão de plantas exportadoras de carne de frango.

Com informações Uol

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.