Dieta para Gravidez – O que comer e o que deve ser evitado?

Foto demonstrativa Google


Uma boa dieta para gravidez vai garantir uma alimentação rica para a mamãe, sendo assim, também irá garantir que seu futuro bebê esteja protegido e nutrido através da sua
alimentação.

Mas, e como podemos embasar essa alimentação? O que podemos e o que não podemos comer na dieta para gravidez? É sobre isso que vamos falar no conteúdo de hoje, então se
está grávida e quer saber o que pode e o que não pode comer, acompanhe-nos nessa leitura. Vamos lá!


O que comer em uma boa Dieta para Gravidez?

Mas, e o que devemos comer numa boa dieta para gravidez? Em primeiro lugar, devemos dissipar o mito de que durante a gravidez você deve comer por dois.
Isso não é verdade, uma vez que, principalmente nos primeiros meses, a ingestão calórica extra necessária é muito baixa. Por outro lado, é importante “calibrar” todos os nutrientes úteis da melhor maneira possível: carboidratos, proteínas, gorduras boas, vitaminas, minerais e garantir a quantidade certa de fibras, essenciais para evitar o clássico problema da prisão de ventre na gravidez.

No que diz respeito aos cereais, é preferível preferir os integrais, variando tanto quanto possível. As proteínas também são importantes e o consumo deve ser um pouco
aumentado, mas não necessariamente as de origem animal devem ser sempre escolhidas.

Também é imprescindível comer muitas frutas e vegetais, para garantir uma maior hidratação e uma devida quantidade de fibras, mas também vitaminas e minerais em abundância.


No que se refere aos sais minerais na dieta para gravidez, deve ser dada atenção especial ao consumo de alimentos ricos em ferro e cálcio, duas substâncias essenciais para o desenvolvimento do recém-nascido.

Já para as vitaminas é bom aumentar o consumo de alimentos ricos em ácido fólico, substância que ajuda a prevenir malformações graves do feto (por isso recomendamos uma ingestão diária na forma de suplemento durante todo o período da gravidez ou pelo menos nos primeiros meses).
Uma dieta para gravidez correta inclui a ingestão de gorduras boas, já que é essencial tomar Ômega 6 e Ômega 3 nas proporções certas.
Durante a gravidez é mais importante do que nunca que você ingira alimentos que contenham Ômega 3 (pode ser encontrado não apenas em peixes, mas também em alimentos vegetais, como sementes de linhaça, nozes e muito mais).
Recomenda-se também o consumo de azeite de oliva extra virgem possivelmente de origem biológica, rico em ácido oleico útil para o crescimento saudável e vigoroso do feto. Entre outras coisas, este tipo de óleo foi associado em termos de propriedades ao leite materno.

Para recapitular, durante a sua dieta para gravidez, é bom comer:


· Grãos integrais;
· Frutas e vegetais;
· Proteínas;
· Alimentos ricos em ferro;
· Alimentos ricos em cálcio;
· Alimentos ricos em ômega 3;
· Alimentos ricos em ácido fólico (especialmente se você não tomar o suplemento por um período);
· Azeite extra virgem.
Se logo após a gravidez, você obtiver dificuldades para emagrecer, vale a pena ver onde comprar o Detox Caps, um potente emagrecedor natural que vai lhe ajudar a perder o peso
que ganhou com a gestação.


Alimentos que devemos evitar na Dieta para Gravidez

Existem alimentos que devem ser evitados durante a sua dieta para gravidez. A lista é mais longa se a gestante não tiver contraído toxoplasmose no passado, doença que nos primeiros meses de gravidez pode ser perigosa para o bem-estar do futuro bebê.
A mesma pode ser transmitida por meio de alimentos crus de origem animal ou por meio de frutas e vegetais não lavados. É por isso que, durante a gravidez, geralmente é aconselhável evitar carnes e peixes crus, ovos crus, presuntos crus, salames e outras salsichas.
Evite também o consumo de peixes com alto teor de mercúrio, um metal neurotóxico. Para evitar o risco de toxoplasmose, mas também de salmonella e listeria, outras bactérias
potencialmente perigosas, não é recomendado consumir queijos de casca branca. Além disso, os chamados queijos azuis como gorgonzola também devem ser evitados.
Quanto às frutas e vegetais, no entanto, você pode comer qualquer tipo, desde que os lave bem usando, por exemplo, uma solução de água e bicarbonato. O álcool, que passa
inteiramente pela placenta e atinge o feto, com possíveis consequências para sua saúde, deve ser evitado por completo.


Já teve seu bebê e quer emagrecer de forma mais rápida? Então visite o site oficial do Detox Caps que é a sensação do momento para emagrecer de forma comprovadas e saudável.
Também seria bom não exagerar na cafeína e nos produtos que a contêm, pois é um estimulante do sistema nervoso associado a partos prematuros e aumento do risco de
aborto espontâneo.
Também tenha o cuidado de ler os rótulos com atenção para evitar todos os produtos adoçados com aspartame, uma substância associada a possíveis danos ao desenvolvimento do cérebro do feto.
Além disso, é útil limitar o consumo de sal, doces, alimentos muito gordurosos ou fritos que podem ser difíceis de digerir. Finalmente, evite toda comida “lixo”, ou seja, fast foods
gordurosos e alimentos ultraprocessados.


Dieta para Grávida do café da manhã a ceia da noite
· Café da manhã: pão ou granola e também frutas. Adicione uma proteína, como uma
carne magra ou queijos. Beba muita água;
· Ceia da manhã: uma barrinha de cereal ou pedaços de frutas, como banana ou maçã;
· Almoço: 1 porção de carboidratos, como arroz integral, macarrão integral ou aipim. 1 porção de proteína vegetal, como feijão, lentilha, soja ou grão-de-bico. 2 porções de legumes, como vegetais cozidos e saladas e 1 porção de proteína animal, como carnes vermelhas magras, peixes e frangos;
· Café da tarde: um suco de frutas ou uma vitamina, junto de um sanduíche com alguma
proteína;
· Jantar: mesma ideia do almoço, se possível variando um pouco o que você comeu de manhã;
· Ceia da noite: coisas leves para não atrapalhar seu sono, como um iogurte
acompanhado de torradas integrais e queijo.

Atividade física na gravidez, pode?


A grávida pode fazer atividade física para emagrecer? É claro que sim, porém não com o intuito de perder muito peso. Nesse caso, esqueça o emagrecimento e foque em sua saúde,
praticando alguma atividade física que auxilie a regular seus hormônios, sendo de preferência algo leve.
Uma caminhada com seu cão no final da tarde pode ser uma boa pedida, leva-lo a um centro de treinamento para cachorros e acompanhá-lo no processo de aprendizado também
pode ser considerada uma atividade física leve.


Outra ideia é praticar yoga, que além de garantir movimentos físicos irá relaxar a sua mente. Ajudamos você na luta por uma boa dieta na gravidez? Conta pra gente aqu embaixo. Até a próxima!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.