Um anjo? Cena é captada por Telescópio Hubble que flagra par de asas translúcidas no cosmos

A cena captada pelo telescópio mostra colisão contínua entre duas galáxias distantes que formam “asas de anjo”

Seria uma prova concreta da existência de seres celestiais na imensidão do espaço? Para decepção de muitos, não, mas uma fotografia feita pelo Telescópio Espacial Hubble chamou atenção no meio científico por registrar o que parece ser um lindo par de asas translúcido pairando no cosmos.

A cena captada pelo telescópio, que está prestes a completar 32 anos em atividade no espaço, mostra na verdade a colisão contínua entre duas galáxias distantes, pertencentes ao sistema VV689, adequadamente apelidado de… asas de anjo.

Encontro cataclísmico

Segundo a Agência Espacial Europeia (ESA), esse sistema fica localizado na constelação de Leão. As “asas” são o resultado de “um encontro cataclísmico entre duas galáxias que estão em processo de fusão por bilhões de anos”, afirmou a agência em comunicado.

Ainda de acordo com a ESA, ao contrário dos alinhamentos de galáxias, que só parecem se sobrepor como visto do nosso ponto de vista na Terra, as duas galáxias em VV689 estão no meio de uma colisão. “A interação galáctica deixou o sistema VV689 quase completamente simétrico, dando a impressão de um vasto conjunto de asas galácticas”.

Esta imagem curiosa está em um conjunto de observações do Hubble, que foi inspecionando pelo projeto de ciência cidadã Galaxy Zoo. A ação de astronomia, de colaboração pública, contou com centenas de milhares de voluntários para classificar galáxias e ajudar os astrônomos a percorrer um dilúvio de dados de telescópios robóticos.

Homem no Sol?

Outra foto publicada pela ESA, na semana passada, também despertou a curiosidade dos olhares mais curiosos. Um zoom na mega foto do Sol, feita pela Solar Orbiter, mostra formas que se assemelham a um homem de costas, olhando para a esquerda. O assunto viralizou nas redes sociais.

Mega foto do Sol mostra forma humana

Especialistas explicaram, no entanto, que, o “sobrenatural retrato” nos traços amarelos e dourados da foto do Sol está apenas a ação de gás, plasma, arcos magnéticos e tempestades geomagnéticas.

O fenômeno intrigante que nos faz enxergar a figura humana neste caso é chamado pela psicologia de pareidolia, conhecido por fazer as pessoas reconhecerem imagens de rostos humanos ou animais em objetos, sombras, formações de luzes e em qualquer outro estímulo visual aleatório.

Jacqueline Saraiva

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.