Veja onde observar o eclipse da lua neste domingo

Eclipse total lunar visto em Frankfurt, na Alemanha - 21.jan.2019 - Kai Pfaffenbach/Reuters

Um eclipse total da Lua aguarda os que tiverem energia para ficar acordados até tarde da noite deste domingo (15) e na madrugada de segunda-feira (16), e sorte de um céu noturno sem nuvens.

Esse tipo de eclipse acontece de duas a três vezes por ano, mas nem sempre é plenamente visível em todos os cantos do mundo. Dessa vez, a América do Sul terá a sorte de poder acompanhar o evento do início ao fim. Apesar de instrumentos especializados não serem necessários, um binóculos e lunetas podem dar um gostinho a mais ao fenômeno.

Eclipses lunares ocorrem quando a Lua cruza a sombra da Terra, iluminada pelo Sol. Quando Sol, Terra e Lua se alinham, exatamente nessa ordem, nosso satélite natural passa por trás da sombra terrestre. É esse o eclipse lunar, que pode ser parcial, se a sombra ocupa somente um pedaço da Lua, ou total, caso a superfície lunar chegue a se esconder inteiramente sob a sombra.

A partir das 22h32 (no horário de Brasília) ocorre a fase penumbral, na qual uma parte da luz está sendo bloqueada e, com isso, basicamente, não são visíveis a olho nu muitas diferenças.

CRONOGRAMA DO ECLIPE TOTAL LUNAR

  • 22h32Início da fase penumbral
  • 23h27Início do eclipse, com umbra avançando sobre a Lua
  • 0h29Início do eclipse total
  • 1h11Horário da maior cobertura da sombra
  • 1h53Luz solar volta a incidir sobre a Lua
  • 2h55Fim da fase umbral do eclipse
  • 3h50Fim da fase penumbral do fenômeno

O evento, de fato, tem início às 23h27. Nesse momento, a umbra, região mais escura da sombra, avança sobre o Lua.

O eclipse total, ou seja, a Lua totalmente encoberta pela sombra, deve começar por volta de 0h29. O resultado será o nosso satélite com tons avermelhados.

A maior cobertura de sombra sobre a Lua deve ocorrer por volta de 1h11. À 1h53 a luz solar volta a tocar a Lua e a fase umbral do eclipse acaba às 2h55, com a penumbral indo até as 3h50.

POR QUE A LUA FICA AVERMELHADA?

Durante um eclipse lunar, a Lua é iluminada por raios solares que cruzam a atmosfera terrestre pelas beiradas do planeta e são desviados para o satélite.

Em um fenômeno semelhante ao que ocorre durante o Sol poente no horizonte terrestre, a atmosfera filtra quase todas as cores que vêm do Sol e deixa passar só a luz vermelha. Isso explica a coloração avermelhada ​do nosso satélite.

Será possível ver olhando apenas para o céu. Mas, além de só olhar para o alto, também será possível acompanhar o fenômeno com aparelhos especializados em planetários.

Com informações: Uol

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.