Chuva de meteoros Delta Aquáridas; veja como ver

Imagem: Jeff Dai

A chuva acontece principalmente entre os dias 28 e 30 de julho. O evento nada mais é  do que a queima de gelo e gases congelados com pedaços de rochas e poeira incrustados nos cometas. Quando o cometa se aproxima do Sol acontece um fenômeno de sublimação e então as partículas de gelo são voltadas em direção à Terra e convertidas em gás quando entram aqui. Essa queima gera o efeito.

Como ver a chuva de meteoros

Segundo o In The Sky, o pico deve realmente acontecer na noite deste dia 28 de julho e a chuva poderá ser vista por volta das 19h59, tendo como ponto de referência o céu de Brasília. O melhor horário de observação é entre as 23h da noite e 4h da madrugada do dia 29.  Para se guiar, aplicativos como o Skywalk ou o Sky Safari podem te ajudar a encontrar o lado certo para olhar a partir da sua localização.

Lembrando que para conseguir visualizar sem a ajuda de equipamentos é preciso estar em uma área sem luzes urbanas e também contar com o céu limpo de nuvens. A chuva também é relativamente fraca, contando com cerca de cinco estrelas cadentes por hora.

O nome vem de Aquarius (o Portador de Água) que é retratado como alguém carregando descuidadamente um pote de água, de modo que a água parece estar derramando. O jarro de água é marcado por um pequeno triângulo de estrelas fracas, com uma quarta estrela em seu centro.

Ainda esse mês a Capricornídeos Alfa atinge o pico na mesma noite que o Delta Aquarids (30 de julho) e termina em 15 de agosto. Já os Perseidas acontece entre 12 a 13 de agosto .

Com informações: Olhar Digital

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.