3 de Julho, dia Nacional de Combate ao Racismo

Recentemente a empresa Bombril criou uma nova esponja para limpeza pesada nomeando-a de krespinha ainda que inconscientemente, acabou ofendendo a nós, negros, como se nosso cabelo fosse duro, espinhoso ou algo assim.

Meses atrás, o participante Babu do Reality Show Big Brother Brasil 20, passou por algo semelhante, quando em uma manhã a modelo Ivy Moraes deparou-se com o pente garfo de seu colega, pegando na mão, ela ironicamente perguntou “quem penteia o cabelo com um trem desses?”. Eles responderam que o utensílio pertencia a Babu, o único homem negro da casa. Ivy seguiu gargalhando.

Semanas depois do ocorrido, em conversa com outros participantes do programa, Babu, sabiamente, explicou:

– Antigamente você não podia ter cabelo comprido porque era ligado a algo feio, sujo ou subversivo. Quando você pega o garfo e abre o cabelo, mostra que o black é a coroa e o pente é a libertação.

img_2249

A transição para assumir a nossa negritude se apoderando do Black é muito importante para o empoderamento e autoestima.

Pensando nisso, entrevistamos a cabeleireira Natália Maria da Silva, a Naty do salão, como é conhecida.

img_2244

Meu nome é Natalia, nascida e criada em Pernambuco, de onde eu saí aos 17 anos e fui morar no Rio de Janeiro.

E foi na Cidade Maravilhosa que eu pude desenvolver aquilo que eu mais gosto: embelezamento feminino, autoestima e cabelos!

Depois de alguns dias morando no Rio, consegui emprego em um salão conhecido, fui contratada como escovinha e logo fui promovida a assistente de um cabeleireiro famosíssimo!

Porém, por ser negra, assinaram minha carteira como “Auxiliar de Serviços Gerais”. Não acreditando naquele absurdo, que implicava em boicote profissional e salarial, procurei o RH e eles corrigiram. Após o incidente, não sofri mais preconceito no meu local de trabalho, graças a Deus.

Hoje, sou especialista em mechas, cor e corte e me orgulho em dizer que sou “Naty Hair Stylist“.

img_2245

Quanto ao meu cabelo, vejo nele a coisa mais linda! Amo meu cabelo! Já fiz alisamento, deixei crescer, cortei curto.

Porém as pessoas pediam que eu mudasse, que me aceitasse e mostrasse o cabelo lindo natural que eu tenho! Por muito tempo resisti, até que eu resolvi aceitar e mostrar meu Black! Hoje me sinto muito mais realizada, linda e feliz!

Meu Black me faz uma negra poderosa e cheia de estilo próprio!

075A17A5-29CF-49BC-AE56-CF23BE2AA9F4

Eu não dou espaço para preconceito! Chuto para longe, ergo a minha cabeça e sigo a minha vida! Eu sei quem eu sou entendo orgulho da pessoa incrível que me tornei!

Esteja sempre com sua estima em dia e não deixe as opiniões externas te diminuirem. São as diferenças que fazem de você um ser lindo, único e inesquecível. Seja você… assuma seus cachos e seja feliz!

 

Em nota, a empresa Bombril respondeu: “A marca estava no portfólio há quase 70 anos, sem nenhuma publicidade nos últimos anos, fato que não diminui nossa responsabilidade. Mesmo sem intenção de ferir ou atingir qualquer pessoa, pedimos desculpas a toda a sociedade”. A Bombril compartilha desses valores. E anuncia, por sua vez, a retirada do produto das prateleiras.

6423eacd-05f4-4807-ad4a-8360e02124d5

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.