Crise no transporte público em Lages: Transul não tem capacidade financeira para se manter

Durante coletiva de imprensa na manhã desta terça-feira (26), que aconteceu no Centro Cultural Aristiliano Ramos, o prefeito de Lages, Antônio Ceron falou sobre um problema que há tempos vem preocupando a população lageâna: o transporte público. Em Lages, o serviço é feito pela Transul, empresa que atua há 53 anos em Lages. O serviço prestado pela empresa é alvo de muita reclamação pela comunidade que precisa do transporte público.

De acordo com o prefeito, a Transul não tem mais capacidade financeira para se manter.

Nós temos um problema sério a ser resolvido a respeito do transporte público. Segundo o contrato e os custos que hoje tem, o número de passageiros, a passagem hoje a ser cobrada pra dar o equilíbrio pra empresa operadora teria que ser de R$ 7,96. E hoje, custa R$ 4,30 e R$ 4,50, tem essa defasagem. E há um contrato entre a concedente e a concessionária, de reequilíbrio econômico. O dilema que a própria Transul conversa com a gente, é que se aumentar o preço vai diminuir os passageiro e vai aumentar o prejuízo ainda mais para empresa que esgotou a capacidade financeira de buscar recurso pra se manter.

Nós recebemos uma carta da Transul que ela nos encaminhou na semana passada e que se não houver uma solução deste problema a empresa pode não ter mais condições de funcionamento. É super grave, eu não vou dizer a quantia mas o valor que eles foram buscar no mercado financeiro pra manter é complicado. Talvez o assunto mais mais agudo que a administração tem agora nos próximos meses de equacionar é a questão do transporte urbano de Lages.

@portalscc10 @radioclubelages

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.